Estresse financeiro: conheça os seus principais sintomas

Estresse financeiro: conheça os seus principais sintomas

A perda do controle financeiro ou uma condição adversa com relação às finanças são situações que a maioria das pessoas está sujeita a enfrentar e é extremamente desagradável ter que lidar com isso. Mas você já ouviu falar no estresse financeiro?

Sim, isso existe e afeta muita gente que, diante de uma instabilidade financeira, começa a apresentar sintomas que merecem atenção. Isso porque um estresse financeiro, elevado a níveis altos, pode causar problemas psicológicos e até físicos.

O que é o estresse financeiro?

Trata-se de uma reação natural que muitas pessoas têm quando se encontram em uma circunstância negativa no aspecto financeiro. Acontece que esse indivíduo alcança um estado de estresse acima do comum, marcado por muito nervosismo e dificuldades para realizar suas tarefas habituais.

Normalmente esse tipo de estresse provoca sérios problemas pessoais, visto que ele atrapalha a vida pessoal e familiar e principalmente, a relação conjugal.

O estresse financeiro pode, inclusive, desencadear problemas de saúde física, como os que afetam o coração. Por alterar até hábitos alimentares, essa condição também pode ajudar a desenvolver outros problemas de saúde, decorrentes da má alimentação.

Quais são os principais sintomas?

Uma pessoa deve começar a ficar em estado de alerta e considerar que pode estar manifestando o estresse financeiro quando perceber sintomas como nervosismo em excesso quando pensa ou tem que lidar com suas finanças.

Sensações como medo exagerado de passar por instabilidades financeiras, como a perda de emprego ou uma situação de imprevisto financeiro, também podem caracterizar a presença desse tipo de estresse.

Há ainda as pessoas que perdem a produtividade no trabalho ou a vontade de realizar tarefas em casa, pelo fato de não ter ânimo para essas atividades ou não conseguir se concentrar para realizá-las, por focar seu pensamento apenas nas fianças.

Por outro lado, alguns indivíduos nessas condições, ao invés de perderem produtividade, passam a trabalhar demais em seus empregos, na intenção de ocupar suas mentes ou até mesmo com o intuito de conseguir mais dinheiro para sair daquela situação.

Outros sintomas envolvem o medo de ficar ou permanecer endividado, a angústia diante de uma situação financeira delicada, falta de concentração, agitação, dificuldades para dormir, falta de paciência e instabilidade emocional.

Em casos mais extremos a pessoa pode ter taquicardia, níveis alto de ansiedade, grande tristeza e até depressão.

Situações que podem causar o estresse financeiro

Geralmente o estresse financeiro ocorre quando uma pessoa está na iminência de ficar endividado ou quando já possui muitas dívidas acumuladas, fazendo com que ela perca o controle financeiro.

Perder o emprego, sofrer uma redução na renda ou desenvolver doenças incapacitantes para o trabalho também são fatores que podem contribuir com esse tipo de estresse.

Existem também os casos em que a pessoa tem que lidar com um imprevisto financeiro e a partir dali tenha dificuldades para contornar a situação, o que faz com que ela acabe perdendo sua estabilidade.

O que fazer para vencer o estresse financeiro

Quando os níveis de estresse estão altos demais e prejudicando a saúde, é importante que a pessoa procure um profissional que a ajude a lidar com a condição emocional que se desenvolveu, como um terapeuta ou um psicólogo.

Já nos casos em que o estresse ainda está na fase inicial, é necessário buscar alternativas para organizar as finanças e retomar o controle financeiro pessoal. Mas tudo isso deve ser feito com calma e paciência, sem deixar que o nervosismo, o medo e o desespero tomem conta da situação.

Agora que você já sabe o que é o estresse financeiro e seus principais sintomas, acesse nosso blog para ter acesso a outros artigos sobre saúde financeira e coloque cada aprendizado em prática.

Procurando um Gerenciador Financeiro Pessoal? Clique aqui e conheça agora!