19 de agosto de 2018

Como investir em criptomoedas?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

como-investir-em-criptomoedas.jpg

Conheça mais sobre essa modalidade de investimento:

Veja como proceder e o que considerar ao fazer este investimento.

Uma “nova” sensação vem atraindo cada vez mais investidores e pessoas que buscam crescer financeiramente: as criptomoedas. Apesar de não ser muito recentes (o primeiro modelo remete a 2009) elas ganharam mais atenção do mercado financeiro e da própria mídia nos últimos anos por seu alto poder de valorização.

Com isso, mais pessoas, desde experts em ações financeiras até pessoas comuns, começaram a se interessar pelas criptomoedas. Por outro lado, a dificuldade que muitos encontram é: como fazer para investir nas criptomoedas? Neste artigo  explicaremos um pouco mais sobre como proceder num mercado de investimento de especulação e risco!

Métodos para o investimento

A criptomoeda mais famosa (e valorizada) é o bitcoin. Não à toa, foi a primeira moeda criptografada que se tem relatos na internet. Muitos podem acreditar que este tipo de transação financeira pode não ser segura. E, em certos casos, é verdade. O primeiro ponto a se levar em conta no momento de investir em criptomoeda é saber mais informações sobre ela: como foi criada, quem investe, quais são os meios de transação, entre outras características.

Garantindo que a moeda é realmente segura, chegou o momento de se tornar um investidor, literalmente, digital. Pegamos o exemplo do bitcoin: há inúmeras plataformas que oferecem a opção de você investir na mais famosa criptomoeda do mercado. Nelas, é possível fazer a compra e a venda, além de acompanhar como está a oscilação desse investimento. Entre as mais populares estão o Mercado Bitcoin e o Foxbit, ambas com uma plataforma totalmente em português.

Para quem já investe ou conhece acerca do mercado de ações, o processo pode ficar ainda mais fácil: as criptomoedas seguem um padrão parecido com o home broker da bolsa de valores. Isso torna a compra e venda de moedas como o bitcoin um processo simples, rápido, mas que exige atenção do investidor – assim como em qualquer outro investimento.

O processo é feito através de um cadastro, com as informações do perfil de quem que irá investir, e a compra da criptomoeda através de transferências em TED – o que você já faz em outros produtos financeiros na sua corretora. Com esses passos simples é possível investir em bitcoins no país, mas para outros tipos de criptomoedas, é necessário um pouco mais de atenção.

Investindo no mercado externo

O bitcoin é a única moeda que conta com uma ‘bolsa de valores nacional’ própria. Para quem busca investir em outras criptomoedas, precisará abrir uma conta em plataformas do exterior, como o Bitfinex e Kraken. Lá é possível negociar os bitcoins com outras modalidades de investimento, tendo uma ampla opção de moedas criptografadas, cada uma com características próprias.

Por fim, um alerta dos especialistas no setor: quem busca investir em criptomoedas precisa encontrar algumas carteiras virtuais que irão permitir a armazenagem segura dos investimentos na internet. Isto porque os ataques virtuais podem fazer com que todo um sistema de criptomoeda seja invadido e a bolsa tenha seus recursos esgotados. Desta forma, com segurança, paciência e uma ampla análise do mercado, você já está pronto para investir nessa modalidade que não para de crescer.

Precisando de um controle de investimentos? Clique aqui e acesse agora.

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *