Você sabe quanto ganha? Veja aqui como calcular seu salário líquido

Você sabe quanto ganha? Veja aqui como calcular seu salário líquido

O salário é, na maioria dos casos, a principal fonte de renda das pessoas e, por essa razão, tem um impacto importante em todo o orçamento. O que muita gente não sabe é que o salário bruto não corresponde exatamente a tudo o que você ganha, já que esse valor sofre alguns descontos que devem ser levados em conta. Com as deduções, você encontra o seu salário líquido, que corresponde ao montante que você realmente recebe. Quer saber qual é esse valor? Então veja como calcular seu salário líquido!

Qual a diferença entre salário bruto e salário líquido?

O salário bruto é o valor recebido sem que ele sofra qualquer desconto. Normalmente, esse valor corresponde ao salário divulgado pela empresa quando você vai fazer uma entrevista de emprego, por exemplo.

O salário líquido, por sua vez, corresponde a quanto do seu salário fica realmente disponível para que você possa utilizar para custear suas necessidades. Para entender melhor, basta encarar isso como um processo de vendas.

Quando um produto é colocado à venda para o consumidor final, o preço é como se fosse o salário bruto. Com os descontos de custos de produção e estrutura, o lojista fica com o lucro, que é, analogamente, o seu salário líquido.

Como calcular seu salário líquido?

A questão é que boa parte dos trabalhadores não sabe o quanto realmente ganha porque considera apenas o salário bruto. É por isso, inclusive, que muitas vezes a conta no final do mês não fecha, já que ao levar em conta esse salário você está contando com recursos que, na verdade, não estão disponíveis. Para calcular seu salário líquido é preciso levar em consideração algumas deduções, como:

INSS

Todo profissional sob regimento da CLT contribui compulsoriamente para o INSS para que tenha direito à aposentadoria.

De acordo com o valor do salário recebido, a porcentagem de desconto do INSS pode variar de 8 a 11%. Quem recebe até R$ 1.556,94, contribui com 8%. De R$ 1.556,95 a R$ 2.594,92, a contribuição é de 9%. De R$ 2.594,93 a R$ 5.189,82, a contribuição é de 11%, com o teto de R$ 570,88.

Imposto de Renda

O Leão também é responsável por deduzir parte do seu salário bruto e isso depende dos seus rendimentos mensais. Quem recebe até R$ 1.903,98 fica isento do pagamento. De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65, a alíquota é de 7,5%.

Já de R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05, o valor fica em 15%. A alíquota de 22,5% é cobrada entre recebimentos que variam de R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 e, acima desse valor, a alíquota é fixada em 27,5%.

É importante notar que cada dependente possui um valor de dedução mensal de R$ 189,59, o que pode fazê-lo mudar de faixa de contribuição.

Outros descontos

Quem recebe vale-transporte, por exemplo, também sofre um desconto de 6% sobre o valor do salário-base para cobrir essa despesa. No caso do vale alimentação, a empresa pode ou não escolher realizar o desconto, que fica limitado a um máximo de 20%.

Quem paga pensão alimentícia também sofre descontos no salário, mas que podem servir também como dedução do IR, diminuindo o valor da alíquota a ser paga.

Exemplo de cálculo

Em termos práticos, imagine que você receba um salário bruto no valor de R$ 2.000,00. Segundo os descontos, seu salário líquido será de R$ 1.700,00, pois os descontos serão:

INSS = R$ 180,00

IR = Isento

Outros descontos = R$ 120,00 do vale-transporte

Caso você receba um salário bruto de R$ 3.000,00, então o salário líquido será de R$ 2.490,00, pois:

INSS = R$ 330,00

IR = R$ 43,95

Outros descontos = R$ 180,00 do vale-transporte

Se você tivesse dois dependentes, o salário líquido seria ainda menor, passando para R$ 2.110,82.

Calcular seu salário líquido significa conhecer exatamente o quanto você ganha, já que uma parte do seu salário nominal, na verdade, é composta por descontos que não entram no seu orçamento. Para isso, basta conhecer quais são as deduções possíveis e fazer os cálculos para chegar ao valor final.

Grande abraço!