Home office: Por que o planejamento financeiro é importante para essa área?

Home office: Por que o planejamento financeiro é importante para essa área?

O home office é uma ótima opção para quem deseja trabalhar no conforto do lar. Além de demandar disciplina para cumprir prazos e organização que ajuda a melhorar o ambiente de trabalho, outro ponto é indispensável nessa área: o planejamento financeiro. Negligenciar essa característica pode afetar negativamente na sua rotina produtiva.

Mesmo com características próprias, planejar-se financeiramente para profissionais que decidem por esse tipo de trabalho tem pontos comuns a todos. Se você quer saber como isso afeta diretamente na sua atuação em casa, como diminuir gastos e potencializar receitas, acompanhe esse artigo exclusivo que trazemos para você.

É preciso definir a competência dos gastos

Planejamento financeiro em um home office é sinônimo de separar os gastos de acordo com suas competências. Misturar as contas pessoais do que é empregado durante as rotinas produtivas em casa é um hábito que pode fazer você, literalmente, ‘pagar para trabalhar’.

Por exemplo: a energia elétrica gasta enquanto está produzindo deverá ser agregada no custo total do serviço durante o período executado. Sem planejamento financeiro, que centralize e discrimine todos esses detalhes, é possível ter uma remuneração menor que trabalhar fora de casa.

Existe empresa sem planejamento financeiro?

A sua casa é o seu escritório. Logo, se você é contratado por uma empresa, onde você trabalha é uma extensão do negócio. Caso seja autônomo, a residência é a própria empresa. Em todos os casos, faça a seguinte reflexão: há empresas sem planejamento financeiro?

Esse é a ‘pedra angular’ da questão – o home office não é apenas um computador e uma mesa, mas parte de uma estrutura de trabalho. E nenhum tipo de ofício pode sobreviver ou ter melhores resultados financeiros sem um planejamento específico.

Planejar-se é um investimento

Perceba: se você agregar todos os custos para repassar à empresa contratante ou a quem está prestando serviço, estará fazendo um investimento. Isso porque, no final das contas, o material de trabalho será seu – como um bom notebook, por exemplo.

Novamente, sem planejamento financeiro que abarque uma reserva de emergência poderá ter uma grande dor de cabeça se os seus equipamentos de trabalho estragarem ou defasarem. Planejar-se, assim, é investir corriqueiramente na sua capacitação profissional e pensar nos investimentos efetivamente como um empresário.

Como fazer o planejamento financeiro para o meu home office?

Felizmente há métodos de planejamento financeiro eficientes para quem trabalha com home-office de forma totalmente digital. Sistemas de controle financeiro online, são soluções sob medida nesse caso, permitindo facilidade na gestão do trabalho em casa.

Isso porque  sistemas, como estes, são feitos para controle financeiro pessoal e alguns para empresarial também, permitindo que, em um único local, você possa dividir e mensurar os gastos através de usuários adicionais – para o seu dia a dia e com um perfil corporativo.

Ao pontuar essas questões, você verá, já no início do planejamento financeiro, que poderá estar perdendo uma fatia considerável do valor total do seu trabalho. No fim, o resultado de tudo isso é menos despesas, potencialização dos recursos e uma saúde financeira indispensável para qualquer profissional que opte pelo home office.