Como funciona o Day Trade

Como funciona o Day Trade

Fazer o dinheiro trabalhar em prol das pessoas — esse é o pensamento e postura que deve ser adotado para que seja possível alcançar a liberdade e independência financeira. Nesse sentido, há várias formas de utilizar o capital financeiro para desenvolver estratégias que buscam atingir esse propósito e que vão de acordo com o perfil risco de cada pessoa.

No artigo de hoje nós abordaremos um tema que tem despertado a curiosidade e interesse de muitas pessoas: o Day Trade. Se você é uma dessas pessoas ou deseja saber mais a respeito desse tipo de operação, então, está no lugar certo!

Descubra agora mesmo o que é Day Trade, perfil de quem opera, tributação, tipos de operações e muito mais!

O que é Day Trade?

Nossa jornada começa no entendimento do que realmente significa Day Trade, pois, isso vai te ajudar a compreender os demais pontos que abordaremos a seguir. O Day Trade é o tipo de operação no mercado financeiro que se caracteriza pela compra e venda, ou a venda e compra de um determinado ativo no curtíssimo prazo, ou seja, dentro do mesmo pregão.

Quem opera nessa modalidade é denominado day trader e esse público tem crescido de forma considerável nos últimos anos — fruto da democratização da tecnologia e acesso facilitado às corretoras de valores, bem como dos custos cada vez menores que são praticados pelo mercado intermediário (corretoras).

Para que você entenda melhor, vejamos um exemplo:

Às 11h você comprou 100 ações da empresa “X” pelo valor de R$10,00 e às 15h do mesmo dia vendeu essas 100 ações pelo valor de R$10,50. Ou seja, você obteve um lucro de R$0,50 por ação e um lucro total de R$50,00 (R$0,50 x 100).

Há também a operação de Day Trade do tipo venda a descoberto, ou seja, se você analisa um determinado ativo e sabe que ele vai cair ao longo do dia, você pode vendê-lo a um valor mais alto e recomprá-lo a um valor mais baixo. Nesse caso, o seu lucro vai estar com base no deságio do ativo.

Vejamos um exemplo com 1 (um) minicontrato do índice Bovespa:

Às 10h você verifica que o minicontrato do índice Bovespa está cotado a 94.500 pontos, mas, suas análises apontam que durante o dia a tendência será de queda. Então, você vende 1 (um) minicontrato do índice Bovespa (sem tê-lo na sua carteira de investimentos) a 94.500 pontos, ficando com um saldo de -1 (um negativo) na sua carteira. Nas próximas horas a sua análise se confirma e às 16h o minicontrato do índice Bovespa registra queda 1.000 pontos.

Então, nessa mesma hora você decide comprar 1 (um) minicontrato do índice Bovespa a 93.500 pontos, zerando a sua posição (-1+1=0). Nesse contexto, você obteve lucro no deságio de 1000 pontos. Como cada ponto do minicontrato do índice Bovespa vale R$0,20, você obteve um lucro de R$200,00 (R$0,20 x 1.000).

As operações de Day Trade podem ser realizadas com ações, contratos futuros, opções, fundos e demais ativos negociados na bolsa de valores. Mas, é importante conhecer as regras de funcionamento e taxas para cada um deles.

Qual o perfil de quem opera no Day Trade?

As operações na modalidade Day Trade apresentam riscos maiores, pois, da mesma forma que o mercado pode se comportar de forma positiva, também pode ir à direção contrária, ou seja, em oposição aos seus objetivos.

Por isso, o perfil de quem opera nessa modalidade costuma ter uma tolerância maior ao risco e, além disso, busca estar em constante movimento de aprendizado e atualização dos seus conhecimentos.

Vale ressaltar que, as pessoas que operam no Day Trade dispõem de tempo suficiente para acompanharem o mercado ao realizarem as suas operações, afinal, costumam ser de curta duração de tempo.

A tributação sobre o Day Trade

Embora as operações no Day Trade possam render bons frutos, a ”mordida do leão” é grande, de modo que, é tributado em 20% na forma do recolhimento em IR — Imposto de Renda sobre o lucro. Por outro lado, os prejuízos podem ser utilizados para abater o IR a outras operações que geraram lucro.

Além disso, o recolhimento do IR não é retido na fonte, ou seja, a apuração e quitação são de total responsabilidade de quem opera na modalidade de Day Trade. Por isso, é fundamental contar com um bom software de gestão financeira para ajudar no controle das operações realizadas, dos lucros e prejuízos, para que assim, as informações para o recolhimento e declaração do IR reflitam a realidade. Há softwares de controle de investimentos que já entregam o valor do IR pronto para quitação, vale a utilização.

E então, o Day Trade é para você? Se você está pensando em mergulhar nessa modalidade, certamente, as informações desse artigo serão de grande importância e porta de entrada para as operações de curtíssimo prazo!

Gostou do tema abordado neste artigo? Aproveite para ler outros que estão aqui no nosso blog!