Como definir metas

Como definir metas

Você já parou para se perguntar quais são seus objetivos de vida? Como você quer estar daqui há 15, 20 ou 30 anos? Não? Esse é um hábito da maioria das pessoas: ir vivendo o dia a dia sem pensar no futuro, deixando que a sorte defina o seu destino. Obviamente, cada um vive a vida da forma que lhe convém, mas se você traçar objetivos e criar metas financeiras para atingi-los, certamente experimentará uma agradável sensação de vitória ao final do processo.

Ter algo a perseguir é uma coisa que move as pessoas, que as tira da zona de conforto. Mas traçar metas financeiras para cumprir seus objetivos de vida não é uma tarefa fácil. Exige muito auto-conhecimento e controle para que nada saia do que foi planejado. Confira abaixo dicas que realmente vão te ajudar a alcançar seus objetivos de vida.

1. Defina metas que você pode cumprir

O grande problema do estabelecimento de objetivos e metas é a capacidade de cumprimento dos mesmos. É preciso estar atento para não traçar um objetivo inalcançável, pois isso pode gerar frustração e atrapalhar outros planejamentos que correm simultaneamente.

Por exemplo: é difícil imaginar que uma pessoa que tenha 50 anos e nunca investiu seu dinheiro e estudou sobre o assunto, possa se tornar um milionário em 5 anos. Por maior que seja a organização financeira, essa é uma meta que dificilmente será cumprida.

Mas se a mesma pessoa traçar, como objetivo, comprar um carro importado em 5 anos, ela pode se organizar para isso.

As metas devem ser desafiadoras, mas também factíveis.

2. Pense no longo prazo

Para traçar seus objetivos de vida, você deve se fazer a seguinte pergunta: O que desejo para o meu futuro? O seu objetivo pode ser aposentar-se com tranquilidade, mudar para uma nova casa, ou até mesmo fazer uma viagem inesquecível.

É sempre importante que você trace algo que realmente deseje e que será bom para você e para sua família.

3. Planeje cada passo

Se você já tem um objetivo, você precisa definir muito bem toda trajetória que você deverá realizar até alcançar o objetivo. Muitas pessoas pensam apenas no início e no objetivo final, mas tão importante quanto isto é estar preparado para toda trajetória, incluindo inclusive imprevistos e possíveis mudanças de cenários.

4. Controle o resultado

Como qualquer planejamento, o estabelecimento de objetivos de vida também deve ter um monitoramento constante. Se você se organizou financeiramente para fazer uma viagem à Europa daqui três anos, precisa acompanhar, a cada mês, como está sendo a sua execução financeira.

Se não estiver conseguindo guardar o montante planejado inicialmente, você deve rever o seu plano financeiro ou mesmo o prazo pra cumprir o objetivo.

Há algum método mais facilitado para se estabelecer metas?

Uma das formas mais conhecidas para o estabelecimento de metas é o método SMART. Veja como funciona:

S - Específica (spefic): não utilize metas muito genéricas

M - Mensurável (measurable): não trace metas que não possam ser acompanhadas

A - Atingível (attanaible): metas devem ser factíveis

R - Relevante (realistic): o seu objetivo deve ser importante para você

T - Temporizável (time bound): não tenha objetivos sem ter um prazo para cumpri-lo.

Gostou deste post? Então compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais!