Como calcular seu salário líquido?

Como calcular seu salário líquido?

Profissionais que trabalham de acordo com as normas da Consolidação das Leis do Trabalho, ou CLT, recebem um valor equivalente ao mês trabalhado, que todos nós conhecemos como salário. Esse valor é dividido em duas categorias, salário líquido e salário bruto, e seu número muda em cada uma delas. Chegou a hora de saber mais sobre o que são cada uma dessas categorias e aprender a como fazer o cálculo do seu salário líquido!

O que é o salário bruto?

O salário bruto, que também pode ser chamado de salário nominal ou salário base, é o valor que está registrado na carteira de trabalho. Dele, são descontados o INSS, Imposto de Renda e outros valores que acabam fazendo com que o valor final seja menor do que aquele que estava combinado. E não adianta, quanto maior é o salário, maiores serão os descontos realizados devido ao cálculo do Imposto de Renda.

O que é o salário líquido?

Uma vez descontados todos os impostos e valores, você chega ao valor que realmente irá receber, e esse é conhecido como salário líquido. São tantos descontos e fatores que entram no cálculo, como horas extras, valores gerados em comissões, vale transporte, plano de saúde, etc. que pode até parecer confuso na hora de fazê-lo, mas a matemática por traz disso tudo é simples, então, não se preocupe!

Calculadoras.com.br

Existem duas maneiras para calcular o seu salario liquido. A primeira você pode acompanhar todos os descontos que aparecem no seu contra-cheque, falaremos sobre cada um dos descontos nos tópicos abaixo, e subtrair do salário bruto ou você pode usar uma calculadora especifica para calculo de salário liquido  dessa forma há um ganho praticidade e rapidez no calculo do seu salário liquido. Segue abaixo a lista de descontos:

Quais são os descontos obrigatórios?

Antes de entrarmos no cálculo propriamente dito, é importante que você conheça quais são os descontos e qual a porcentagem de desconto de cada um.

Primeiramente, temos o INSS, o Instituto Nacional do Seguro Social, responsável pela Previdência Social, auxílio doença, auxílio acidente, e outros benefícios. A porcentagem dele varia de acordo com o seu salário, faixa que pode ir desde 8% até a alíquota máxima de 11% caso seu salário bruto esteja acima de cinco mil reais.

Depois disso, temos o Imposto de Renda Retido na Fonte, ou IRRF. Essa porcentagem também varia de acordo com o salário, e pode ser que você até mesmo seja isento desse desconto, mas o valor base utilizado para esse cálculo é o salário bruto menos o valor do INSS. Seus valores começam em 7,5%, mas podem chegar em até 27,5% dependendo do salário base.

Por último, temos o FGTS, ou Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Esse valor aparece para o trabalhador no holerite, mas ele não é descontado do salário. Ele deve ser depositado pela empresa, até o sétimo dia útil, obrigatoriamente.

Exemplo do cálculo

Para que você entenda melhor todas as porcentagens que falamos ali em cima, vamos a um exemplo prático. Digamos que o salário bruto de uma pessoa é de R$3.500,00. Primeiro, temos que fazer o cálculo do INSS. Segundo a tabela do INSS, a porcentagem da alíquota que se aplica nesse caso seria de 11%, ou seja, R$385,00.

O segundo passo é diminuir esse valor do nosso salário bruto, o que resultaria em R$3.115,00. Esse valor agora é a base para o cálculo do imposto de renda que, segundo a tabela do IRRF, seria descontado 15%, que daria em torno de R$467,25. Mas, também de acordo com a tabela do IRRF, há uma parcela a deduzir do imposto, o que quer dizer que esse valor, somado à parcela que seria de R$354,80 acaba se tornando, no final, um desconto de R$112,45.

Então, se pegarmos os valores do desconto que temos:

INSS: R$385,00

IRRF: R$112,45

E os subtrairmos do valor do salário bruto, teremos um salário líquido de R$3.002,55.

Não se preocupe mais!

Viu como é simples? A lógica por trás dos cálculos é fácil de entender, e os descontos são de acordo com as tabelas de cada imposto. Leia os passos novamente e com calma para que você entenda e consiga fazer o cálculo do seu próprio salário! E não deixe de conferir outro artigo do blog ou de acessar o site!