5 filmes que te ensinarão uma lição valiosa a respeito de finanças

5 filmes que te ensinarão uma lição valiosa a respeito de finanças

Para conseguir a planejar orçamentos, arquitetar suas finanças pessoais, criar um bom controle do fluxo de caixa da empresa, entre outras operações financeiras, uma pessoa pode seguir diversos caminhos. O mais aconselhável é a utilização de um bom sistema de controle financeiro, em função de sua praticidade e facilidade de utilização, o que evita, em geral, a necessidade de se debruçar sobre livros ou contratar ajuda de um especialista. Mas nem tudo neste mundo das finanças precisa ser tão formal e desafiador. É possível ficar familiarizado, pelo menos, com alguns aspectos do mesmo através de outros meios.

Um recurso bem eficiente é, por exemplo, ver certos longas-metragens que retratam importantes aspectos do mercado financeiro, das crises econômicas ou do empenho que um empreendedor precisa ter para fazer sua ideia de negócio prosperar. Veja cinco exemplos de filmes que você poderá ver, e aprender com prazer.

Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme

Neste drama de 2010, dirigido por Oliver Stone (e continuação do filme realizado em 1987), o investidor Gordon Gekko deixa a prisão, depois de cumprir pena pelas fraudes financeiras que cometera na década de 1980. Agora, o antigo milionário ganancioso e indiferente, já que não pode operar no mercado financeiro, passa a realizar palestras e escreve um livro, onde critica o comportamento de alto risco dos mercados de ações. Se o primeiro filme da série evidencia mais a cobiça que sustenta o acúmulo de riqueza nas mãos de poucos, este demonstra como é difícil refrear os impulsos dos indivíduos que foram criados neste meio e retoma a discussão de quais seriam os limites do capitalismo selvagem.

A Grande Virada

Drama de 2010, dirigido e escrito por John Wells, mostra os efeitos sérios e negativos que uma crise econômica pode ter em uma empresa. Concentrando-se na vida afetiva e profissional de três executivos, a película mostra como eles procuram se adaptar diante das novas práticas e mudanças corporativas implantadas para superar as tensões do mercado e do temor de serem pegos na política de redução de pessoal que a empresa vem adotando.

O Lobo de Wall Street

Baseado no livro best-seller de mesmo nome, escrito por Jordan Belfort, com alicerce em suas próprias memórias, este filme de 2013, dirigido por Martin Scorsese, narra como um corretor de títulos de Nova York praticava fraudes de seguro e operações corruptas em Wall Street, a bolsa de valores mais importante do mundo, na década de 1990.

A Fraude

Filme inglês de 1999 e também baseado em um livro, esta película dirigida por James Dearden conta a história do financista Nick Leeson. Apesar de respeitado pelo mercado corporativo, tal especulador se desgraçou nos excessos de apostas arriscadas e jogadas gananciosas, fazendo com que a centenária e bem-sucedida instituição inglesa para a qual fora contratado para gerir, o Barings Bank, entrasse em colapso. Em 1995, Leeson perdeu 850 milhões de libras do banco, que fora vendido posteriormente pelo valor simbólico de uma libra.

À Procura da Felicidade

Fantástica e emocionante obra de 2006, dirigida por Gabriele Muccino, que mostra a trajetória de Chris Gardner, baseado em sua história real. O protagonista, depois de ser abandonado pela esposa, divide-se entre cuidar do filho e um programa de estágio em uma importante corretora de ações. Mesmo dormindo em abrigos nas ruas – e até em um banheiro público – Gardner sempre manteve a esperança de que sua vida poderia melhorar, continuou estudando e se empenhando, até virar um corretor bem-sucedido, montar a própria empresa e se tornar um milionário com fortuna atualmente estimada em 600 milhões de dólares.

**Como está o seu entendimento sobre o mundo das finanças? Você já viu algum desses filmes? O que achou? Se você conhece outros filmes que expliquem ou ilustrem bem essa matéria, dê suas indicações a seguir, nos comentários! **