Saiba onde investir seu dinheiro

Saiba onde investir seu dinheiro

Algumas pessoas têm um dinheirinho guardado, mas não sabem onde poderiam investir para multiplicar seus rendimentos. Alguns gestores também já possuem ou querem levantar uma boa reserva financeira para as situações emergenciais, e pretendem fazer com que esse capital trabalhe para eles em segurança. Então, que tal saber os riscos e as expectativas de algumas formas de investimento mais tradicionais no mercado? Confira a seguir:

Poupança

Essa é uma das aplicações mais seguras e certamente a mais popular no Brasil. No entanto, esta é a opção que provavelmente oferece o menor rendimento, tendo em vista que também oferece pouquíssimos riscos. Em compensação, as regras são simples para o investidor entender, além de ter liquidez imediata, de maneira que se pode sacar o dinheiro guardado no banco quando for necessário ou bem quiser. Não existe a cobrança de tributos ou taxas administrativas aqui.

Certificados de Depósito Bancário (CDBs)

Os famosos CDBs consistem em títulos de renda fixa, que podem ser pré ou pós-fixados, estes últimos atrelados a índices econômicos como a taxa SELIC ou o IPCA, por exemplo. Ao comprar essas cédulas nominativas, o investidor já sabe mais ou menos quanto vai render a aplicação, mas só poderá retirar o crédito ao final do contrato com a instituição financeira. A parte ruim dos CDBs é que neles incidem tributos, como o IOF e o IR (na fonte).

Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

A LCI é um título de crédito que dá ao seu titular uma renda fixa mensal, com base nos créditos imobiliários cedidos pelos bancos e instituições financeiras no mercado, como as hipotecas e as alienações fiduciárias de bens imóveis. As LCIs são isentas de Imposto de Renda (IR) e têm rendimento superior ao da poupança. Contudo, sua liquidez é menor: o resgate vai depender das cláusulas de contrato, o que pode levar de meses até dois anos. Alguns bancos também exigem limites mínimos para a aplicação, que pode variar entre algumas dezenas de reais, por exemplo.

Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

Como ocorre na LCI, os bancos e instituições financeiras captam recursos para o financiamento de uma atividade comercial, só que agora focada no agronegócio. Os lucros são repassados aos titulares das cédulas, por meio de um índice pré-fixado. Ou seja, o investidor já vai ter noção de quanto vai receber após determinado período de investimento. Também há isenção no IR e valor mínimo para aplicação, o qual varia entre as instituições. Os prazos de resgate variam de um a 36 meses.

Títulos públicos

A coleta de recursos, desta vez, é realizada pelo governo, a fim de financiar as ações e projetos públicos nas áreas da educação, saúde, infraestrutura, entre outros. Quem quer subvencionar o Estado nessas iniciativas deve saber que o retorno é de longo prazo, embora o rendimento seja melhor do que as aplicações anteriores. O investidor pode acompanhar periodicamente o rendimento por meio de referenciais na internet, mas deve descontar os ganhos em seu IR a cada ano.

Existem várias possibilidades de deixar seu dinheiro trabalhando para você. A única coisa a ser feita é analisar seu perfil de investidor, a fim de colocar seus recursos no tipo de investimento pelo qual você está disposto a suportar os riscos e cuja expectativa de retorno seja de seu agrado. Já sabe onde vai investir? Pesquise e tome a decisão mais ajustada para seu caso!

Se você deseja aprender como investir melhor o seu dinheiro de maneira segura, recomendaria a aquisição do curso “Tesouro Direto – Carteira Rica”. É um excelente curso, possui bastantes dicas, informações detalhadas e já foi adquirido por milhares de pessoas.

Grande abraço e até a próxima!