24 de julho de 2017

Resumindo minha vida financeira

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!
Créditos da imagem:
freedigitalphotos.net









Este é um post curto, na verdade vai servir de memorial. Seria uma espécie de lembrete. Tão somente para ficar aqui registrado, como um compromisso do autor deste blog para  com ele mesmo. Ou seja, pensamentos e reflexões que eu as vezes costumo escrever aqui para contar a vocês, meus queridos leitores, os acontecimentos diários de minha vida financeira.

Fornecendo alguns pequenos detalhes sobre minha filosofia financeira, tentarei explicar como isso tudo deveria me ajudar a tornar-se rico devagar e sempre.

Assista menos televisão, leia mais livros.


“A televisão me deixa burro demais”, já dizia a letra da musica: “Televisão” do grupo de rock nacional Titãs. Veja também um artigo que escrevi sobre: Desligue a televisão.


Você tem que desejar e planejar aquilo que deseja.

Tenha objetivos claros, batelhe diariamente para chegar o mais próximo possível de alcançar suas metas. Caminhe a passos largos em direção aos seus objetivos.

Viver dentro do seu meio.

Procure fazer amizades de seu nível social, para não ficar se maltrando por não poder acompanhar seus “amigos” mais ricos que sempre vão as baladas caríssimas. Seja consciente, saiba selecionar o meio em que vive. De nada adianta morar em um bairro de classe média alta, se você não pode acompanha-los. Será frustrante.

Investir regularmente e não pare.

Faça um curso sobre investimentos, aprenda a importância de se investir para o futuro, o dinheiro posto a trabalhar para você renderá frutos no futuro. Aprenda a utilizar a mágica dos juros compostos.

Seja inteligente perante as dívidas.

Evite dívida. Às vezes, como o financiamento de um imóvel, você tem que assumir uma dívida. Evite todas as dívidas de juros altos, exemplos: cartão de crédito, cheque especial e limite da conta corrente.

Viva uma vida frugal, sem desperdícios.

Compre aquilo que você realmente precisa. Cuide de sua aparência, porém com moderação. Evite ao máximo os desperdícios, seja com alimentação, transporte, roupas etc.

Invista em você mesmo.

Seja um eterno estudante. Continuar com a educação é o essencial. Aprender novas habilidades e adquirir novos conhecimentos. Diversifique seus conhecimentos gerais. Comece o seu próprio negócio, para que no futuro tenha uma renda passiva fonte de este empreendimento. Viva a vida hoje e seja FELIZ.

Aprenda a investir. Não jogue com o mercado, apenas mantenha o curso. Planos de investimento automáticos são excelentes. Não sacar dinheiro de seu plano de longo prazo para aposentadoria quando você sair de um emprego. Para isso serve a poupança de segurança (colchão de segurança, conta de emergência etc).

Pague-se primeiro. Use cartões de crédito como uma conveniência, não como um meio para comprar coisas que você não pode pagar. Automatize decisões financeiras, sempre que possível. Em outras palavras: gaste menos do que ganhe. Veja também um artigo que escrevi sobre: Desligue a televisão.

Estabeleça metas. Crie um orçamento. Trabalhar ativamente para seus objetivos, e siga o seu planejamento financeiro com rigor.

Reflitam.

Um forte abraço a todos e menos T.V. neste final de semana.

Opine, palpite, deixe seu comentário!!

Siga me no Twitter: @everton_ric

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
10 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *