26 de julho de 2017

Rentabilidade da poupança comparado com outros investimentos

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

rentabilidade-da-poupanca-comparado-com-outros-investimentos

Se você está antenado no mundo dos investimentos, com certeza já deve ter ouvido falar que é melhor fugir da poupança. Afinal, quando a taxa de inflação está alta, a rentabilidade da poupança costuma ser corroída por inteiro.

No artigo de hoje, nós vamos mostrar como isso acontece ao comparar a rentabilidade da poupança com outros investimentos conservadores: aqueles que rendem pouco, mas são muito seguros.

Assim, você verá que dá para tirar o dinheiro da poupança e colocar em outros lugares mais rentáveis. Continue lendo para saber mais!

Como vamos comparar a rentabilidade da poupança

Existem dois fatores que atuam para diminuir a rentabilidade de um investimento: a inflação e os descontos do Imposto de Renda. Cada tipo de investimento tem uma relação particular com esses dois fatores que levaremos em conta na hora da comparação.

Além disso, vamos também mostrar na prática a diferença de rentabilidade da poupança e dos outros investimentos com um exemplo comparativo, simulando como seria o rendimento de um valor de R$ 10 mil durante 5 anos.

A taxa de rentabilidade da poupança levada em conta para esse artigo é de 8,30%. Já a taxa de inflação é de 7,87% (variação anual em outubro de 2016).

Portanto, descontada a inflação, a poupança teria uma rentabilidade real atual de apenas 0,39%. Já o rendimento nominal (os 8,30%) transformaria os R$ 10 mil iniciais em R$ 14.898. São esses valores que vamos comparar.

Vamos lá?

Comparando a poupança com outros investimentos

Poupança vs Tesouro IPCA

Um dos métodos de investir no Tesouro Direto é através do Tesouro IPCA, títulos da Dívida Pública cujo rendimento são atrelados à Inflação. Os únicos descontos que esses títulos sofrem no seu rendimento são as taxas de administração (0,3% da BM&Bovespa e mais o valor da corretora) e as taxas do Imposto de Renda (no nosso exemplo de 5 anos são cobrados 15% do rendimento).

O rendimento nominal do Tesouro IPCA varia conforme o prazo de duração do título. Atualmente, a maior taxa segundo o site do Tesouro Direto é de 6,13% + a inflação. Isso significa que seu rendimento real (descontadas as taxas, inflação e o imposto de renda) de cerca de 4% – um valor superior ao da poupança (0,39%).

Em 5 anos, o rendimento nominal desse título transformaria os R$ 10 mil em aproximadamente R$ 19.254.

Poupança vs Tesouro Selic

O Tesouro Selic funciona da mesma forma que o Tesouro IPCA, com a diferença que o seu rendimento é definido pela Taxa Selic, a taxa de juros básica da Economia. Atualmente, a Taxa Selic é de 14,15% (seu rendimento nominal).

Seu rendimento real (descontadas as taxas de administração e imposto de renda) é de 5,81%. Em rendimento nominal, os R$ 10 mil se tornariam R$ 19.381 em 5 anos.

Poupança vs Tesouro Prefixado

O Tesouro Prefixado trabalha com uma taxa de rendimento já estabelecida, sem a influência da inflação ou Selic no seu rendimento. Esse valor atualmente é de 11,98% (seu rendimento nominal).

Seu rendimento real fica em torno de 0,38% (menor do que a poupança porque ele sofre com a inflação mais as taxas de administração e o imposto de renda). Seu rendimento nominal transformaria os R$ 10 mil em R$ 17.607.

Poupança vs CDB

Existem diversas modalidades de rendimento de investimentos CDB, que são títulos bem similares aos do Tesouro, mas emitidos por bancos. As taxas de rendimento desse tipo de investimento pode funcionar de três formas: atrelada ao CDI (que é equivalente à Taxa Selic), atrelada à inflação + uma taxa de rendimento e pós-fixada.

As duas principais formas de investimento em CDB (pós-fixadas pela inflação ou CDI) vão funcionar com taxas de rendimento parecidas com as do Tesouro IPCA e Tesouro Selic (afinal, possuem indexadores semelhantes).

Já o CDB pré-fixado vai depender da sua taxa de rendimento já que ele terá os descontos da taxa de administração, Imposto de Renda (normalmente 15% sobre o rendimento no longo prazo) e o impacto sofrido pela inflação.

E aí, agora que você viu que a rentabilidade da poupança não é tão boa assim, que tal compartilhar esse texto nas suas redes sociais para que seus amigos e familiares possam investir em opções mais rentáveis?

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *