19 de dezembro de 2018

Renda Variável: o que é e como funciona?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

renda-variavel-o-que-e-e-como-funciona

Está pensando em investir, mas não sabe muito bem o que é renda variável e como funciona? Se você é um investidor iniciante, é muito comum essa sua dúvida. Mas não se preocupe! A seguir, ajudaremos você a decifrar esse ativo, que não deve ser confundido com a renda fixa, como você verá. Vamos conferir?

O que é renda variável?

De início, convém dizer que a renda variável não se confunde com a renda fixa, como dissemos, que é outra modalidade de ativos que faz parte do mercado de investimentos. A renda fixa é o tipo de investimento em que é possível saber, de imediato, quanto se ganhará em determinada data, ou seja, no momento da aplicação você já terá conhecimento de quanto será a sua rentabilidade.

Não entendeu? Vamos facilitar. Imagine que você investiu R$ 10.000 no Tesouro Prefixado LNT, que garante rentabilidade definida no momento da aplicação, mas somente se o investidor mantiver o investimento do título até sua data de vencimento.

Você fez esse investimento em 19 de abril deste ano e deseja resgatá-lo na mesma data, só que em 2020. Levando em consideração a taxa de rendimento de 7,26% ao ano e desconsiderando as taxas obrigatórias — taxa de administração, de resgate, de custódia etc. — a sua rentabilidade será de R$ 11.613,99. Conseguiu entender a sua dinâmica de funcionamento, que permite saber o valor exato da rentabilidade?

Já a renda variável, por sua vez, é o tipo de investimento cuja rentabilidade é desconhecida no momento da aplicação. Por isso, é mais arriscada, pois ela pode oferecer tanto uma alta rentabilidade como um baixo ou até mesmo nenhum rendimento. Se quer entender um pouco mais, pense na bolsa de valores, pois é o exemplo perfeito para ilustrar as variações das ações, que refletem de certo modo, os interesses distintos dos poderes econômicos.

Mas, afinal, como funciona a renda variável?

Agora que você sabe o que é renda variável, certamente vai ficar mais fácil visualizar a sua lógica de funcionamento. Para facilitar, peguemos como exemplo o título Tesouro IPCA +. Trata-se de um título pós-fixado, ou seja, o seu retorno muda conforme o comportamento de variáveis do mercado — como a inflação e a taxa SELIC — não tendo o investidor, de início, conhecimento a respeito de quanto será o seu rendimento.

No caso em tela, ao investir no Tesouro IPCA +, o seu rendimento ficará protegido contra a inflação — que é variável — já que o valor investido será corrigido durante o período de investimento, fazendo com que você mantenha o seu poder real de compra.

Porém, é importante dizer que essa modalidade também oferece uma taxa real de rendimento pré-fixada, ou seja, a rentabilidade até o vencimento do título se dará pela soma da taxa real + o índice de inflação acumulado ao longo do período do investimento. Para acessar a tabela da taxa de rendimento de cada modalidade do Tesouro IPCA +, clique aqui.

E aí, deu para ter uma noção básica a respeito da renda variável e de seu funcionamento? Esperamos que sim! Aproveite o momento para acessar o nosso site e conferir outros artigos relevantes e exclusivos!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *