24 de setembro de 2017

Renda extra: 5 práticas para começar a fazer a sua!

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

renda extra

Conseguir uma renda extra para deixar as contas em dia, realizar planos que não cabem no atual orçamento ou fazer um “pé de meia”, é o que você busca? Se você tem essa meta, saiba que há formas simples de incrementar seus ganhos sem a necessidade de grandes investimentos de tempo ou dinheiro.

Quer saber como? Então continue lendo este post e descubra 5 maneiras para aumentar a sua renda no final do mês!

1. Aluguel de dormitório

Você tem um quarto vago e não vê problema em dividir a sua casa com outra pessoa? Então há grandes chances do aluguel desse dormitório se tornar uma renda extra!

Veja que há diferentes formas de alugar o espaço, tanto em caráter permanente como para curtos períodos, ou seja, ter alguém morando em sua residência ou um hóspede que fique apenas uma noite, um final de semana ou uma breve temporada. Cabe a você decidir o que convém mais.

Em qualquer das situações, use sites como Airbnb e EasyQuarto para anunciar a disponibilidade do espaço em sua casa. Assim, você consegue maior visibilidade para o seu anúncio e aluga o quarto rapidinho!

2. Aluguel de garagem

Sua garagem está vazia ou ela tem mais vagas do que você precisa? Faça a vaga ociosa render: alugue-a! Para conseguir isso, anuncie a vaga em pontos próximos a sua residência.

Caso more em um edifício, fica mais fácil ainda. Basta colocar avisos em locais bastante visíveis para que possíveis interessados os vejam.

3. Transporte de passageiros

Em tempos de economia compartilhada, não é incomum encontrar pessoas que se cadastraram em plataformas colaborativas, como Uber e 99 POP, para conseguir uma renda extra.

Para você aderir a essa ideia, é necessário ter habilitação e um carro que atenda às exigências das empresas. Feito isso, é só esperar os chamados e começar a dirigir nas horas livres.

4. Venda de roupas usadas

Os brechós de roupas, calçados e acessórios estão com tudo: mais uma das maravilhas da economia colaborativa. O que não falta é gente aderindo ao conceito e aproveitando para ganhar dinheiro com os itens parados no armário.

Para vender, comece com um brechó online, oferecendo aquilo que você já tem. Se a experiência der certo, basta adquirir mais itens e continuar lucrando.

5. Trabalhos como freelancer

Você possui alguma habilidade ou hobby que possa ser útil a alguém ou a alguma empresa? Pois saiba que o seu talento pode virar fonte de renda! Existem muitas oportunidades no mercado para quem busca trabalhar sem vínculo formal, ou seja, como freelancer.

Inclusive, muitas das tarefas oferecidas nessa modalidade podem ser executadas a distância. Facilidade a mais para quem precisa ganhar um extra, mas tem uma rotina corrida.

Entre os trabalhos requisitados por empresas estão redação e revisão de conteúdo, traduções, criações de sites e e-commerce, entre outros.

Viu só como a sua fonte de renda extra está mais perto do que você imaginava? Perceba que as 5 práticas acima elencadas não demandam dedicação em tempo integral, por isso, são bons exemplos para quem quer complementar os ganhos, mas sem nenhuma profunda mudança no estilo de vida.

Gostou deste post e quer receber mais conteúdos úteis as suas finanças? Então assine agora mesmo a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades aí na sua caixa de entrada!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Um comentário

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *