Quero fazer empréstimo, o que devo olhar?

Quero fazer empréstimo, o que devo olhar?

Os empréstimos podem ser grandes aliados — ou inimigos mortais para a vida financeira de alguém. Sobretudo se não houver planejamento para evitar o aperto com dívidas. Algumas pessoas, por isso, não veem um empréstimo pessoal com bons olhos, mas o principal motivo disto é a falta de conhecimento. Veja aqui algumas dicas que te ajudarão a não ser engolido pela bola de neve das dívidas e empréstimos!

Saiba quando pedir um empréstimo pessoal

Um dos erros mais comuns que são cometidos por quem pede empréstimos é não ter uma justificativa plausível para que ele se efetive. Na ânsia de ter mais dinheiro, a pessoa acaba tirando um empréstimo — o que gera contentamento momentâneo, mas que pode se tornar uma dor de cabeça no futuro.

Então, quando pedir mais recursos financeiros? O ideal é que se entre neste trâmite apenas quando realmente for necessário. Ou seja, se você quer apenas um pouco de dinheiro para realizar um gasto que não é extremamente necessário, procure formas alternativas de conseguir dinheiro ou evite este tipo de gasto. Além disso, tirar empréstimos visando a compra de bens que possam ser desvalorizados com o tempo, ou que não sejam imprescindíveis, também não costuma ser uma boa escolha.

Por outro lado, se possui dívidas de altos juros, como cartão de crédito por exemplo e precisa quitá-las, esta pode ser a hora de pedir dinheiro emprestado.

Seja cuidadoso com as cláusulas contratuais

Os empréstimos são contratos assinados entre o cliente e uma instituição financeira. Se forem tirados de forma não pensada, podem acabar deixando a pessoa com um problema ainda maior do que o que ela tinha anteriormente. Por isso, é extremamente necessário que a pessoa adote algumas atitudes antes e durante a aquisição do serviço.

Conferir o contrato

Ter certeza do que está escrito no contrato é essencial para quem está retirando o crédito. Muitas instituições fazem uma propaganda melhor de suas propostas de empréstimo, mas apresentam outras informações na cláusula do contrato.

Apenas lendo o documento em sua íntegra é que a pessoa saberá como poderá pagar o empréstimo, quais são as formas de parcelamento, e quais garantias que serão dadas, caso o débito não seja quitado no prazo estipulado. Além disso, não se esqueça de conferir todas taxas e possíveis cobranças apresentadas pela instituição.

Lembre-se: é apenas o que está escrito no contrato que vale!

Valor do empréstimo

É importante saber o quanto pedir na hora de tirar um empréstimo. Se o empréstimo não for bem pensado, poderá se transformar em uma bola de neve — e aquilo que antes iria ajudar, pode virar um grande problema. Não peça mais do que aquilo de que precisa para realizar o que pretende, isto é muito comum e costuma ser uma escolha muito infeliz.

Além disso, antes de pedir um empréstimo, é conveniente fazer um estudo de sua realidade financeira. Quanto você recebe por mês? Qual a porcentagem dessa renda vai dispor para pagar o valor emprestado?  É fundamental ter em mente que o empréstimo não consiste em uma solução mágica para todos os seus problemas financeiros.

Uma boa dica para quem está precisando de um empréstimo ou pra quem já pegou um é começar a utilizar um site de controle financeiro. Controlar suas finanças é fundamental não só para conseguir pagar um empréstimo em dia mas também para evitá-los.

Grande abraço e até a próxima.