19 de agosto de 2018

Quando pedir um empréstimo para a empresa?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

quando-pedir-um-emprestimo-para-a-empresa

A busca pelo capital de giro, por investimentos em maquinário, novos softwares, leva os gestores a avaliarem se vale a pena ou não recorrer a um empréstimo para a empresa. Mas, depois de bater o martelo sobre a real necessidade desses recursos, é necessário levar em consideração alguns pontos.

Para ajudá-lo nessa questão, separamos as perguntas mais importantes a serem feitas antes de ir ao banco e conversar com o seu gerente. Acompanhe este post!

Eu tenho capacidade para pagar o crédito?

Essa é a primeira questão que deve ser levada em conta antes de adquirir um empréstimo para a empresa. Se o seu negócio já possui dívidas que comprometam o fluxo de caixa, a recomendação é esperar antes de tomar um novo financiamento.

Outro ponto importante é verificar o Custo Efetivo Total (CET) da operação, que envolve juros, seguros e taxas que podem pesar no bolso e comprometer a capacidade de pagamento futuro.

Além disso, prazos muito longos devem ser evitados, porque afetam o comprometimento do caixa do negócio.

Eu tenho um bom controle financeiro?

Para comprovar aos bancos a capacidade de bancar o empréstimo para a empresa, um controle rigoroso das contas e do fluxo de caixa é fundamental. Para isso, ferramentas como sistemas de controle financeiro são uma das formas de apresentar esses números de maneira organizada e de comprovar as projeções de retornos com o investimento.

Também faz a diferença na hora de ter acesso a essas linhas o fato de ter as contas em dia, ter um bom relacionamento com a instituição financeira e demonstrar que o negócio vai conseguir quitar o financiamento.

Qual será o retorno do empréstimo para a empresa?

retorno dos investimentos (ROI) também deve ser colocado nesse cálculo. Uma das maneiras mais simples de projeção é avaliar o tempo que o dinheiro voltará ao caixa e o custo do empréstimo.

Para se ter uma ideia, se um empreendedor adquirir um crédito de R$ 10 mil para a aquisição de um equipamento que aumente os lucros em R$ 1 mil mensais, o retorno sobre o capital investido virá em dez meses. Essa conta tem até nome: é o chamado payback.

Qual é a finalidade do crédito?

Essa é outra pergunta importante ao recorrer a um empréstimo para a empresa. Se o dinheiro for usado para capital de giro, por exemplo, como é o caso da compra de matéria-prima para a produção ou do pagamento de fornecedores, existem várias linhas direcionadas exclusivamente para esse fim.

Em geral, elas são mais baratas e menos burocráticas que outras opções, mas, como há concorrência, os prazos e juros que incidem sobre o dinheiro mudam de banco para banco, o que abre espaço para pesquisas em torno das opções que melhor se encaixem no seu bolso.

Ao seguir essas dicas, as chances de fazer um bom negócio ao pedir um empréstimo serão grandes. Se você gostou do texto e quer saber mais sobre esses e outros assuntos ligados às suas finanças e da sua empresa, assine a nossa newsletter!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *