Planeje seu orçamento para suprir os gastos de virada de ano!

Planeje seu orçamento para suprir os gastos de virada de ano!

No período de final de ano é comum que as pessoas gastem mais, por conta dos passeios de verão, das férias, dos presentes de Natal, mas também por causa das contas de início de ano, como impostos do imóvel (IPTU) e do veículo (IPVA). Por isto, é muito importante que se tenha a exata noção de quanto se pode gastar na época, para não começar o ano novo cheio de problemas financeiros. Que tal ver algumas dicas para planejar seu orçamento e não extrapolar os gastos neste período festivo de virada de ano?

Não gaste mais do que vai receber

A dica padrão da boa gestão financeira vale para este período também. Você não pode jamais se deixar levar pela época de festas e eventos sociais grandes, e torrar todo seu salário do mês, o 13º e ainda contar com o reforço dos salários que ainda nem recebeu, dos meses iniciais do ano seguinte. Portanto, use sua renda básica como limite para o que vai ser gasto, sem que se comprometa muito além de suas capacidades.

Limite a lista de presentes

Faça uma lista de quem vai presentear, dando preferência às pessoas que sejam próximas a você e sua família, amigos ocultos de que vá participar e amigos especiais que geralmente lhe brindam também com agrados nesta época do ano. Torna-se uma demanda sem mais volume — e um gasto quase irrefreável — tentar comprar presentes para todas as pessoas que conhece.

Não compre presentes caros

Mantenha o controle, e não se deixe levar pela empolgação da época do ano. Nem sempre um presente mais dispendioso é aquele que vai agradar mais à pessoa que deseja presentear. Veja o que tem a ver com a pessoa, pesquise bastante, e se esforce por economizar.

Atenção ao consumo dentro de sua casa

Sobretudo nesta época do ano, quando é verão quente na maior parte do Brasil, ocorre uma elevação de energia elétrica, por conta do maior uso de geladeira, freezer, ar-condicionado e ventiladores, por exemplo. Neste aspecto, é importante ser comedido com o aproveitamento dos eletrodomésticos, mas sem que sua família fique com desconforto. Não deixe os aparelhos ligados à toa, corte ou diminua as despesas desnecessárias. Isso poderá inteirar uma diferença positiva na sua conta de luz.

Trace limites para sua viagem

Se você vai viajar no fim de semana para uma região de praia ou vai sair de férias, planeje muito bem como pretende gastar seu dinheiro. Reflita com antecedência quanto você tem de fato disponível para gastar, de forma a estabelecer um orçamento ideal para empregar em seu passeio, sozinho ou com a família. Esquematize um limite para os gastos diários, de acordo com sua condição financeira do momento, e não o ultrapasse de jeito nenhum.

Faça uma reserva financeira

Ainda que você tenha dinheiro suficiente para cobrir todas as dicas anteriores, não se esqueça de reservar um montante para dar conta de alguma eventualidade de urgência ou surpresa inesperada. Separe uma parcela dos seus últimos rendimentos para usar, se for necessário, em situações imprevistas, como um acidente com familiar, problemas mecânicos com o carro ou aquisição emergencial de mantimentos. Dentro do possível, mesmo assim, utilize este dinheiro com moderação.

Se você administrar bem suas finanças no final do ano, não precisará se aborrecer logo após a virada de ano novo com dívidas e obrigações financeiras com as quais terá dificuldades para cumprir. Como você faz para controlar os gastos de fim de ano? Tem alguma outra sugestão? Escreva nos comentários!