Planejamento financeiro: o que é e como fazer?

Planejamento financeiro: o que é e como fazer?

Equilibrar as contas pessoais não é tarefa das mais simples, especialmente quando o país se encontra com uma conjuntura pouco favorável como nos dias de hoje. Além disso, os brasileiros não possuem educação financeira formal nas escolas, o que contribui para que nossa população não adote algumas práticas que seriam fundamentais para alcançar o equilíbrio financeiro.

Dentro desse contexto, um planejamento financeiro adequado pode ser extremamente útil. Compreendendo melhor o seu conceito e seguindo algumas dicas úteis, esse plano certamente poderá ser um verdadeiro divisor de águas na sua vida econômica! Confira:

O que é planejamento financeiro?

O primeiro passo é compreender bem o conceito de planejamento financeiro. Ele é um processo contínuo de análise e execução da sua realidade econômica, de forma a desenvolver estratégias eficazes para alcançar seus objetivos e metas (desde comprar um imóvel, fazer uma viagem, limpar seu nome ou simplesmente ter mais dinheiro na poupança). Essa planificação irá envolver a identificação de gastos e receitas, ativos e passivos, ajuste de contas, escolha de investimentos e tudo aquilo que impacta de uma maneira ou de outra a sua situação.

O planejamento financeiro é útil para qualquer tipo de pessoa, independentemente da sua renda. Obviamente, quanto mais desequilibradas estiverem suas contas, mais tempo você levará para atingir o equilíbrio. Porém, quando você conseguir adquirir o controle de novo, tudo se tornará mais fácil, os riscos se tornam menores e você fará disso tudo uma rotina saudável e eficaz para nunca mais passar por maus lençóis.

Como começar o seu planejamento financeiro

O primeiro passo para quem quer começar a fazer seu planejamento financeiro é reunir o maior número de dados e informações sobre sua situação econômica. Saiba com perfeição qual é o seu salário bruto, qual o seu salário líquido, patrimônio e outras rendas, quais são suas despesas fixas, quais são suas despesas eletivas, quanto você tem na poupança, quanto tem na conta corrente, quanto tem aplicado e qual o valor de suas dívidas e as taxas de juros que está pagando. Depois é hora de passar tudo para o papel e fazer os cálculos, de forma a saber quanto falta ou sobra por mês e então começar a se reajustar para atingir a sua meta.

Dicas para um planejamento financeiro eficaz

Depois do levantamento primário, é hora de seguir algumas dicas essenciais para que ele dê certo. Acompanhar sempre as suas receitas e despesas, por exemplo, é fundamental. Anote tudo aquilo que entra e que sai, até mesmo pequenos gastos em dinheiro. Assim você controla melhor o seu orçamento básico e evita perdas ocultas de capital. Acredite: você irá se surpreender as descobrir como os pequenos valores influenciam no resultado final!

Outro ponto importante diz respeito à questão das dívidas. Elas podem minar completamente o fôlego econômico, especialmente por conta das suas exorbitantes taxas de juros. Como o credor quer sempre receber, você pode aproveitar para tentar renegociar a quantia e chegar a outro tipo de acordo. Invariavelmente é melhor se apertar um pouco e quitar seus débitos do que ver seu dinheiro indo embora todos os meses sem nenhum retorno.

É essencial também não tomar algumas atitudes que minam o seu planejamento financeiro. A mais comum no Brasil é, com toda a certeza, viver um estilo de vida que não condiz com sua renda. Para muitas pessoas, as aparências são mais importantes do que deveriam e isso impacta negativamente suas economias. Lembre-se que mais importante do que parecer rico é dormir em paz todas as noites e trazer equilíbrio para sua família.

Por fim, é hora de traçar metas realistas. Elas são importantes, pois você vai se sentir mais motivado e também poderá checar periodicamente o seu desempenho. Se você perceber que seus objetivos não estão sendo alcançados, talvez seja hora de realinhar estratégias ou verificar se o dinheiro está sendo perdido por alguma brecha.

Para finalizar uma dica simples mas que pode fazer toda a diferença. Utilize um sistema de controle financeiro online para fazer seu planejamento financeiro, isto vai facilitar bastante a sua vida. Se você não conhece nenhum, acesse o artigo 5 sites de controle financeiro pessoal online.

E então, compreendeu como fazer um planejamento financeiro? Ele pode parecer complexo no início, mas o fato é que se tornará um verdadeiro hábito e trará muito mais equilíbrio para suas contas!