26 de julho de 2017

Os ricos manipulam o mercado?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!


Os mercados são os que nos mostram o caminho a seguir, os governos, não somente o nosso, atuam para contentar os mercados, ou pelo menos para não deixá-los nervosos e estressados.

Os governos atuam com medo do “Sr. Mercado”. Todos nos que utilizamos dinheiro diariamente formamos parte de um mercado como um todo. Mas “o Mercado” é manipulado por poucas grandes corporações, agrupações de entidades financeiras e algumas grandes fortunas particulares que buscam um único interesse em comum: seu próprio benefício. Nos, cidadãos, formamos parte do mercado, como as gotas de água formam parte dos oceanos.


O poder do mercado é grande, fundamentalmente poder econômico, por tanto os que concentram maior capacidade econômica, ou seja, os ricos (sejam estes: estados, instituições ou pessoas) tem em suas mãos a capacidade de provocar movimentos, desde uma calmaria até um tsunami.

Pegamos como exemplo o preço do petróleo:

Se trata de um bem limitado e escasso, o que significa que, a medida que se esgotam as reservas, não diminuindo a demanda, o preço aumente; do mesmo modo, se encontrarem novos poços e a descoberta de novos potencias de extraírem petróleo em algum lugar no mundo, isso pode fazer com que o preço diminua algo, se a demanda mantiver igual. Isto tudo está perfeitamente atrelado a lei da oferta e da procura, mas se analisarmos a evolução do preço do petróleo, ou simplesmente nos fixarmos nos fatores que fazem variar seu preço, nos encontraremos com algumas sensíveis apreciações subjetivas.

A última subida do preço do óleo cru não somente se a produzido pela atual situação da Líbia, mas sim pelo temor de que esta situação se estenda ainda mais e atinja países como Arábia Saudita, entre outros. Se isso já provoca uma subida nos preços. O que pode passar se estes mesmos temores se tornarem realidade? Que o preço se mantenha?  Pois já subiu tudo que supostamente poderia subir? Parece pouco provável.

Quem maneja o preço do petróleo? Sem nenhuma dúvida os que mais possuem as reservas, e são aqueles quem podem decidir se vendem ou não a tal preço. Esta muito claro que não é o consumidor final. E que este mesmo consumidor final tem muito pouca influência nos preço do tal recurso natural e sobre sua evolução. A pesar de que este mesmo consumidor também forma uma importante parte do mercado.

Se igualmente existe-se a OPEP [1](Organização dos Países Exportadores de Petróleo) deveria existir a OPIP (Organização dos Pequenos Importadores de Petróleo) que defendessem os interesses conjuntos dos consumidores finais, os preços talvez seriam melhor controlados.

Os mercados como um todo, claramente oscilam para cima ou para baixo pela intervenção de poucos, sabemos que isso também acontece no mercado acionário e em outros pequenos mercados. E estes que tem em suas mãos todo o poder, são como os vilões dos filmes e das histórias em quadrinho, cujo tem o mundo em seus pés, ficam entediados e jogam os brinquedos contra a parede sem se importarem que se quebrem.

Os mercados também são formados por pequenas e grandes empresas, bancos e clientes, pequenos e médios investidores que especulam com suas próprias economias, mas não são estes quem controlam ou tenham o poder de manipular o mercado, simplesmente são pequenas embarcações que tentam chegar bem ao porto mais próximo e atracar tranquilamente. Mas então pessoas que tem a capacidade de provocar maremotos simplesmente levantando-se de sua cadeira de ouro, e essa tal capacidade se da o poder que concentram.

Estes agentes não só são as grandes fortunas mundiais que estão anualmente na lista da Forbes, [2] e sim sobre tudo as que podendo figurar nela e não fazem.[3] Vejam aqui também sobre a fortuna de Muammar Gaddafi [4] que não consta na lista dos bilionários da Fobres.

Haverá alguma maneira de evitar que os mercados sejam manipulados? Deixo no ar esta pequena pergunta e se alguém puder nos ajudar, por favor, escreva algo na caixa de comentários.


Um forte abraço a todos e até a próxima.

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
2 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *