24 de março de 2017

O pior momento do mercado financeiro é o melhor momento para investir

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

O índice Bovespa desabou 8,08% nessa segunda-feira, dia 8 de agosto de 2011, fechando aos 48.668 pontos. E de acordo com especialistas, não é possível prever melhoras no curto prazo. O que mais se ouve no mercado hoje é que não se sabe até onde vai o fundo do poço. Sinônimo de oportunidade? Talvez sim.

O pior momento do mercado é o melhor momento para investir

A grave queda no índice paulista esta atrelado aos últimos acontecimentos no EUA. Primeiro, no início da semana passada com o aumento do teto da dívida pública daquele país, e depois, na noite da última sexta-feira (5 de agosto de 2011), com o rebaixamento do rating dos títulos da dívida pública dos Estados Unidos pela agência de classificação Standard & Poor´s.

Como a economia opera de forma global, a Bolsa brasileira, mais ainda, influenciada pelos mercados mundiais, o medo das perdas assusta também os brasileiros e os investidores estrangeiros que aqui investem. Mas particularmente eu penso que está queda é a consolidação e fruto da crise de 2008. Sinônimo de oportunidade de investimento? Quase certo que sim.

A grande reviravolta na Bolsa pode ter o lado bom. Todo pequeno investidor deveria estar esperando estes momentos de queda. Este não pode ser considerado só um momento de perdas. Pois comprar ações na baixa dos preços e esperar para vendê-las quando os preços estiverem mais elevados, é a regra número 1 de quem investe em renda variável.

Perdi um pouco de meu patrimônio? Sim, pois tenho dinheiro investido no mercado acionário. Porém vale lembrar que sou investidor visando o longo prazo, então, comprarei mais. Estou efetuando uma transferência de valores hoje mesmo para minha corretora, e assim que eles identificarem meu recuso na minha conta junta a deles, efetuarei as ordens de compra.

Para os investidores mais experientes é nesse momento de puro pessimismo que vem os grandes ganhos. Quem já tem experiência com o mercado de ações não se espanta com as quedas. Tem muita gente que faz grandes fortunas nesses momentos.

A “jogada” nesse pior momento é comprar papéis de companhias que estão desvalorizados e investir à longo prazo, que corresponde um tempo que pode ser considerado, cinco, dez ou vinte anos. Quem entende pouco sobre o mercado de ações e esta iniciando seus investimentos, quando chega nessa hora quer sair da bolsa de valores, pois essas quedas assustam. Mas se o objetivo é longo prazo essa é a hora de investir e ganhar dinheiro no futuro. Colocar dinheiro que não vai ser usado nesse período de tempo e deixá-lo que futuro te presenteia com os rendimentos que provavelmente viram.

Fica claro que quando todo mundo está assustado é realmente a hora de entrar com investimentos na Bolsa. Já escreveram em seus respectivos blogs, o amigo Guilherme, onde explica no Valores Reais, a essência de se obter muita calma nessa hora. E o parceiro Fábio do blog O Pequeno Investidor, dá suas dicas para o investidor jovem, orientando-os de que essa oportunidade pode ser a melhor coisa que poderia acontecer no mercado de ações.

Finalizando, se conselhos fossem bons não se daria, mas venderíamos.

Além de todos conselhos e dicas dadas nos dois excelentes artigos citados acima. Eu poderia acrescentar: O conselho para quem já está investindo diretamente em ações é: ser disciplinado, atento a suas atitudes perante seu dinheiro investido e possuir inteligência para saber quais estratégias usar em investimentos de longo e curto prazo. Quem investe no curto prazo tem que ter sensibilidade e minimizar as perdas e quem está no longo prazo tem que comprar papéis de boas empresas e esperar. Simples assim.

Um forte abraço a todos e até a próxima.

@everton_ric

Créditos da imagem: freedigitalphotos.net

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
9 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *