17 de janeiro de 2018

Investir por meio de corretoras: confira como fazer

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

corretoras-investimentos

Investir por corretoras pode ser a melhor forma de multiplicar um patrimônio financeiro, especialmente para investidores iniciantes que ainda estão começando e buscam renda fixa e segurança em seus investimentos.

Essas instituições não só fazem a interface entre o investidor e os diversos produtos disponíveis no mercado como também fornecem conselhos e informações sobre os investimentos realizados.

Neste artigo, explicaremos melhor qual o papel das corretoras, como investir com elas e quais os cuidados que devem ser tomados pelos investidores neste relacionamento. Boa leitura!

Por que investir por corretoras?

Apesar da praticidade para quem já é cliente da instituição, investir diretamente por meio de bancos quase sempre é uma escolha pior para o investidor. Como o banco possui seus próprios produtos como CDBs e os péssimos títulos de capitalização, a tendência é que o gerente tente direcionar o cliente para alguma dessas opções.

Por isso, geralmente o investimento por meio de bancos é sempre melhor para os bancos do que para quem está investindo. Além disso, a maior parte deles só oferecem opções com rentabilidade interessante para quem tem pelo menos R$ 500 mil disponível para investir. E o investidor que possui esses recursos certamente conseguirá um negócio melhor em uma corretora.

Do ponto de vista da segurança, um investimento feito por intermédio de uma corretora será tão quanto aquele realizado com uma grande instituição financeira.

Ainda que pese a imagem de solidez dos grandes bancos, as corretoras seguem as mesmas regras e leis que eles no que tange às garantias ao investidor e, ainda que exista um risco inerente em investir, ele não é maior ou menor quando feito por um banco ou corretora.

Como investir em uma corretora?

Abrir uma conta em uma corretora e começar a investir é um processo extremamente simples e que pode ser feito inclusive online. Mas isso não significa que não é preciso tomar alguns cuidados especiais para evitar dores de cabeça e insatisfações.

Antes de escolher uma corretora, vale a pena pesquisar sobre as principais instituições do mercado e quais são as taxas e serviços oferecidos por cada uma delas. Enquanto algumas delas isentam certos investimentos em renda fixa, outras focam seus esforços em entregar retornos maiores em produtos com um risco maior e renda variável, por exemplo.

Para quem está começando, é interessante contar com o suporte de um consultor ou da própria corretora, que vai sugerir bons investimentos de acordo com o perfil e os objetivos do investidor.

Mas não dependa disso por muito tempo. As indicações da corretora sempre devem ser avaliadas, mas a medida que o investidor amadurece e aprende mais, ele se torna mais capaz de tomar as rédeas dos investimentos e escolher sozinho o que será o melhor para ele.

Portanto, antes de começar a investir o seu dinheiro, comece investindo na sua educação financeira.

E você? Prefere investir por corretoras ou por bancos? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *