Fundo garantidor de crédito: entenda sua finalidade e garantias

Fundo garantidor de crédito: entenda sua finalidade e garantias

Se você é estudioso e pesquisa por mais informações sobre investimentos, com certeza já deve ter se deparado com a sigla FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Esse termo deve ter surgido nas suas leituras sobre investimentos de baixo risco, como a poupança ou os títulos CDB.

Mas o que é o FGC e para que ele serve? Como esse fundo pode influenciar nos seus investimentos pessoais? Será que você deveria se preocupar se seus investimentos são ou não cobertos por ele?

É o que vamos descobrir no artigo de hoje. Portanto, continue lendo!

O que é o Fundo Garantidor de Crédito e para que ele serve?

O Fundo Garantidor de Crédito é uma associação civil sem fins lucrativos que tem como principal objetivo agir como uma espécie de rede de segurança para quem tem conta em bancos e quer investir no mercado financeiro.

O FGC, como é chamado, atua como um mecanismo de proteção para que os pequenos investidores não sofram perdas financeiras com a falência das instituições financeiras onde depositaram seus rendimentos.

Para explicar melhor o funcionamento do FGC, imagine o seguinte cenário.

Suponha que, com muito esforço, você conseguiu acumular o montante de R$ 50 mil na sua conta em um banco. Você resolve que quer investir seu dinheiro, mas não sabe bem qual investimento é o mais indicado para o seu perfil de investidor. Porém, antes de se decidir, o seu banco entra em falência e você perde tudo que poupou.

Péssimo, não é mesmo?

É para essas situações que existe o FGC, para proteger as pessoas físicas e diminuir os impactos na economia de uma falência de alguma instituição financeira. Além disso, o Fundo Garantidor de Crédito também ajuda a incentivar investimentos de pequenos investidores ao oferecer proteção e diminuir o risco de vários aportes.

Atualmente, o Fundo Garantidor de Crédito tem um limite garantia de até R$ 250 mil por pessoa e instituição financeira. Isso significa que você pode ter um investimento de até R$ 250 mil protegido em um banco e outro no mesmo valor protegido em outra instituição financeira.

Quais as instituições associadas ao Fundo Garantidor de Crédito?

Segundo o site oficial do FGC, todos os bancos comerciais, múltiplos e de desenvolvimento, além da própria Caixa Econômica Federal, em funcionamento no Brasil estão associados ao fundo.

As sociedades de crédito, de investimento e de financiamento, associações de empréstimo e poupança, além das sociedades de crédito imobiliário e companhias hipotecárias também estão associadas.

Quais os investimentos são protegidos atualmente pelo FGC?

Existem vários tipos de investimentos protegidos pelo Fundo Garantidor de Crédito.

O dinheiro que você deixa na sua conta corrente, por exemplo, é protegido pelo FGC e você poderá recuperá-lo em caso de falência do seu banco.

Os investimentos na Caderneta de Poupança também são protegidos pelo FGC, bem como os investimentos feitos em CDBs (os Certificados de Depósito Bancário), assim como os RDBs (Recibo de Depósito Bancário).

Dentre os outros investimentos que você pode realizar com a segurança do FGC estão as Letras de Câmbio, além das Letras Imobiliárias e também as Letras Hipotecárias.

O LCI, as Letras de Crédito Imobiliário, é um dos investimentos mais famosos que também é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito. O mesmo acontece com as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA).

Por fim, vale lembrar que o Tesouro Direto não possui garantia do FGC. ELe possui uma garantia semelhante, só que oferecida diretamente pelo Governo Federal.

Além disso, investimentos em ações na Bolsa de Valores, fundos de investimento, Letras Financeiras ou debêntures também não são garantidos pelo FGC.

Agora que você já conhece mais sobre o Fundo Garantidor de Crédito, com certeza se sente mais confortável para investir seu dinheiro nas opções protegidas por esse fundo. Então que tal compartilhar essa informação com seus amigos e familiares nas suas redes sociais para que eles também fiquem bem informados?