26 de março de 2017

Empréstimos e suas peculiaridades

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Entenda um pouco sobre os principais empréstimos ou auxílios financeiros praticados no país.

Créditos da imagem: freedigitalphotos.net – Empréstimos

As principais modalidades de empréstimos e suas peculiaridades.

Todos já sabem ou deveriam saber dos males causados por um empréstimo. Independentemente de juros mais baixos, como o acontecimento histórico que mudou as regras dos juros altos antes praticados no Brasil, como a mudança na rentabilidade da poupança. Deixa de lero lero e vamos ao que interessa.  Fiz uma relação dos principais métodos de empréstimos e expliquei um pouco de cada um deles.

Vamos lá, são eles:

  • Empréstimo Pessoal

  • Empréstimo para Aposentados e Pensionistas do INSS

  • Financiamento de Automóveis

  • Empréstimo Consignado

  • Crédito Imobiliário

Devido ao grande volume de gastos, o aumento de preço e tantas outras situações, fazem com que as pessoas pensem que recorrer aos empréstimos parece ser a melhor decisão a se tomar, porém, muita gente não sabe como funciona cada tipo de empréstimo, bem como os seus juros e outras informações importantes, por conta disso, acabam não planejando os seus gastos que pode por em risco compromisso ao qual foi encarregado. Assumir uma responsabilidade financeira, como o empréstimo, requer organização orçamental e ter conhecimento sobre os diversos tipos de créditos que existem no Brasil, bem como seus requisitos, juros e outras informações, ajuda, consideravelmente, à adequação da sua necessidade.

Empréstimo Pessoal

Uma opção destinada às pessoas físicas, ou seja, uma pessoa natural sem responsabilidades jurídicas de entidade, um indivíduo. O crédito adquirido através do empréstimo pessoal é uma forma menos burocrática de se conseguir ajuda financeira, porém, como todo crédito, exige determinados requisitos, como possuir conta corrente a determinado período de tempo, cheque e outras condições impostas por cada banco. O valor permitido para a aquisição, geralmente, é em torno da renda pessoal até 70%. O banco ou a financeira disponibilizam o máximo de parcelas que podem ser contratadas e o contratante (a pessoa que irá fazer o empréstimo) escolhe quantas serão dentro do número permitido. Esta modalidade de empréstimo pode ser debitada de conta corrente ou não.

Empréstimos para Aposentados e Pensionistas do INSS

Esta modalidade de empréstimo é especialmente, como o próprio nome indica, para aposentados e pensionistas do INSS. Na realidade, é uma vertente do empréstimo consignado, já que o beneficiário tem debitado de sua folha, o valor das parcelas do serviço contratado. A lei 10.820 de 2003 que criou o programa nacional de empréstimos para aposentados e pensionistas do INSS gerou diversos benefícios que tornaram esta modalidade de crédito muito mais acessível. Entenda o motivo: Os descontos das parcelas são feitos diretamente da folha de pagamento; o valor das parcelas já é pré-fixado; o prazo de pagamento se estende até 60 meses; Não há consulta ao SPC ou SERASA; As taxas de juros são mais baixas que os outros tipos de créditos; não é necessário avalista ou fiador.

Empréstimo para financiamento de automóveis

Este tipo de crédito é destinado à compra de um veículo. Vários bancos disponibilizam este tipo de financiamento, que pode ser utilizado para a compra tanto de automóveis novos quanto usados. Recomenda-se ainda que o proprietário faça também um seguro de carro para evitar outros problemas. A garantia exigida para esta transação é a alienação fiduciária do automóvel de carga ou de passeio. Há uma tabela para cálculo das parcelas do financiamento que é pré-fixada, geralmente, as taxas já estão calculadas nesta tabela. Quanto às taxas de juros, estas variam em torno de 0,5% até 2,50% ao mês. Os juros irão depender do estabelecimento financeiro a que se irá pedir o serviço a ser contratado.

Empréstimo Consignado

O empréstimo consignado é destinado, exclusivamente, aos funcionários públicos federais, estaduais e municipais, além dos aposentados e pensionistas do INSS. É a modalidade de crédito que foi permitida através da Lei 10.820 de 2003, a qual já foi brevemente explicitada. Como foi explicado acima, na modalidade de empréstimo para aposentados e pensionistas, o empréstimo consignado ocorre da mesma forma, ou seja, as parcelas do empréstimo, contratadas pelo servidor público, por exemplo, serão descontadas da sua própria folha de pagamento ou contracheque do mês. Diferente do que ocorre com as outras modalidades de empréstimo, e devido a instituição da lei supracitada, os juros praticados neste tipo de crédito são bem mais baixos do que as outras taxas de juros dos outros créditos.

Como já mencionado anteriormente à questão do crédito aos pensionistas e aposentados, o empréstimo consignado é dotado de diversas vantagens e possui ausência de determinadas burocracias que, na maioria dos casos, é aplicada à concessão de crédito. Ao crédito consignado é dispensada garantia, já que a parcela é deduzida da própria renda, através da folha de pagamento ou contracheque, além disso, não possui consulta ao SPC e SERASA, bem como as taxas de juros são pré-estabelecidas.

Crédito Imobiliário

É o crédito destinado àqueles que pretendem adquirir a casa própria. Diferente do que se possa pensar, hoje em dia, há diversas maneiras de se conseguir o financiamento para aquisição de imóvel. Cada banco ou cada financeira possui os seus próprios requisitos para conceder este tipo de crédito, que na maioria das vezes, se molda a vários níveis de renda. São diversos planos de financiamento, que é claro, de acordo com o banco, pode chegar até 360 meses ou 30 anos. Imóveis novos possuem a vantagem de serem, em maior parte das situações, financiados em até 100%, enquanto que imóveis usados possuem uma variação de 60 a 80% dos financiamentos. Mas esta não é a boa observação a se fazer sobre o crédito imobiliário, além de tudo que já foi dito, a comprovação de renda muitas vezes é flexibilizada, por exemplo, sem a necessidade de se comprovar com um emprego formal, mas com outras formas estipuladas pelo próprio banco que irá conceder o empréstimo.

Conclusão

Além dessas modalidades, é possível ainda encontrar o empréstimo rotativo, empréstimo online e empréstimo para aquisição de outros bens. Apesar das diversas possibilidades que o mercado brasileiro dispõe, é importante manter cuidado no momento da contratação deste tipo de serviço. Avaliar a instituição financeira e o orçamento pessoal é essencial para não cometer erros e desequilibrar sua situação financeira. Para quem é cliente do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal e está com aperto na renda ou necessita fazer alguma aquisição importante, o momento se mostra oportuno devido às novas modificações nas taxas de juros de suas linhas de crédito, vale a pena se informar sobre as mudanças e verificar qual modalidade de crédito se encaixa a sua necessidade.

Para quem não é cliente dessas instituições, não desanime, já que os a bancos privados estão começando a tomar a mesma atitude.

Opine, comente, deixe seu recado!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Um comentário

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *