26 de março de 2017

Economizando dinheiro e tempo na reforma da sua casa

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Dicas práticas e úteis para economizar dinheiro na reforma da sua casa. Ou ainda na construção da sua casa nova.

ECONOMIZAR NA REFORMA DA CASA

Atualmente estou trabalhando no ramo da construção civil e muitos amigos me procuram perguntando sobre dicas de planejamento em obras. Tenho dicas e ideias para todos os gostos. Mas nesse primeiro post sobre o assunto vou focar nos caminhos de economia que mais chamam atenção de meus colegas.

Economizar dinheiro na reforma da sua casa é questão de escolha!

Nem todos gostam de inovar sem dinheiro. Mas alguns preferem conforto e requinte sem muito gasto extra.

Em um primeiro instante, o ideal mesmo é se planejar. Talvez, não necessariamente um passo a passo para o planejamento financeiro, mas com certeza analisar os gastos e se planejar será preciso. Se você é assídio aqui do blog, saberá que o planejamento financeiro é uma das primeiras aulas gratuitas que fornecemos. E na obra da sua casa não economize no planejamento. Saiba fazer orçamentos com diferentes arquitetos e engenheiros, pois você vai precisar de um projeto e de um alvará junto a prefeitura de seu município. Logo, busque junto a esse mesmo engenheiro um planejamento da obra. Ele lhe fornecerá uma quantidade e tipo de material a ser utilizado conforme a reforma acontece. Planeje as compras desse material e busque alternativas.

Claro, a pesquisa é a chave do negócio. Considere fazer pesquisas em todos os momentos. Desde a mão de obra até um prego. Muitas vezes, um profissional considerado experiente pode cobrar muito mais caro que outro menos experiente. Saiba que você está investindo dinheiro e tempo na sua obra, então relacione todos os itens necessário para a reforma da casa.

Alternativas de materiais (já usados) na reforma da sua casa

Pra que comprar tudo do bom e do mais caro se temos tudo do bom e do melhor nas casas de materiais usados? Semi novos são de classe altas e de bom estilo. Sabendo escolher terás uma linda casa de muito bom gosto, requinte e conforto.

Exemplos de materiais usados para economizar na reforma da sua casa:

  • Cacos de mármores e granito;
  • Peças usadas de esquadria de alumínio ou madeira (portas e janelas);
  • Toldos usados para uma futura cobertura ou garagem;
  • Pinte você mesmo sua casa.

O cacos de granitos as marmorarias jogam fora e inclusive é um incomodo pra eles. Você terá que apenas fazer o transporte. Pois as marmorarias estão doando restos de pedaços de mármores e granitos.

Já as portas e janelas, há uma imensidão de tamanhos, cores e de diferentes materiais. Desde alumínio até as madeiras mais fajutas. Há também os portões sendo vendidos por preço de banana. Pois tudo isso toma muito espaço e esses estabelecimentos de vendas de materiais usados estão loucos atrás de novos clientes. Poderá obter tremenda barganha.

Outra alternativa é: considere você mesmo ser o pintor. Lembra quando disse que iríamos economizar dinheiro e tempo. Pois bem, reformar a casa leva tempo. Então, busque uma terapia nos finais de semana e realize você mesmo a pintura da sua casa. Reforma é uma forma considerável como ante stress, não necessariamente nesta mesma ordem. Com certeza irá se incomodar um pouco, mas poderá ser legal também. Avalie a possibilidade de fazer a devida limpeza, carregamento de areia, brita e outros matérias evitando o pagamento de frete.

Outra alternativa é buscar informações especializadas em sites sobre reforma e construção, a exemplo é o site Casa.com.br.

Enfim, reforma pode ser considerado algo agradável e classificado como investimento pois possivelmente irá valorizar seu imóvel. Entretanto requer criatividade, planejamento e agilidade. Colocar a mão na massa pode ser a diferença. Um excelente planejamento financeiro e de levantamento dos materiais assim como orçamentos será essencial para uma reforma sem sustos. Se você puder economizar dinheiro na reforma da sua casa isso será melhor ainda.

A tentação de sair fazendo tudo, utilizando tudo do bom e do melhor é grande, mas manter as finanças em dia será necessário sempre. Vontade de sair quebrando tudo pra depois fazer o levantamento das compras e pagamentos é suicídio.

Planeje, orce os materiais e a mão de obra, logo considere fazer as contas. Saiba exatamente o quanto irá gastar. Mas conte sempre com uma margem de 10% de tolerância para algum gasto imprevisto.

Boa sorte!

 

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
2 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *