25 de junho de 2019

Dicas para organizar as finanças da sua empresa

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

80 MDc5MC1GSVJTVC5qcGc=

Qual é o elemento crucial para o sucesso de um empreendimento? Projetos inovadores? Bons profissionais? Gestão qualificada? É evidente que todos esses diferenciais podem alavancar uma empresa para o topo, fazendo com que ela se destaque em um mercado cada vez mais competitivo. No entanto, o verdadeiro elemento chave para o sucesso de qualquer negócio é o efetivo controle financeiro. Você ainda tem dúvidas sobre isso? Então acompanhe.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais da metade dos novos empreendimentos que surgem no país fecham as portas antes mesmo de completarem 3 anos de existência. O motivo? Segundo a instituição, o fator determinante para essa mortalidade precoce dos empreendimentos é o descontrole financeiro que, aliado a falta de planejamento, acabam por levar essas organizações à falência. O controle financeiro empresarial está no topo da pirâmide de prioridades!

Sabendo disso, resolvemos abordar, nesse post, algumas das principais dicas para que você organize as finanças da sua empresa! Confira a seguir!

Gerenciador financeiro: processos dinâmicos

As finanças podem ser um bicho de sete cabeças para gestores desorganizados. No entanto, para a sorte deles, hoje é possível contar com uma série de softwares e gerenciadores simples de usar, especializados na área. Ao contar com um gerenciador financeiro online, por exemplo, o empreendedor poderá acompanhar a situação financeira da sua empresa em tempo real e em qualquer lugar, além de relatórios precisos sobre a empresa. Com a equipe trabalhando em uma plataforma unificada e mais organizada, todos podem compartilhar informações de maneira mais ágil.

Fluxo de caixa: simplesmente primordial

Organizar os fluxos de caixa é uma tarefa mais complexa para a contabilidade, mas o empreendedor pode elaborar o seu próprio de maneira simplificada. Ao acompanhar, por exemplo, a entrada e saída de recursos financeiros do empreendimento, o gestor terá mais segurança ao elaborar futuros planejamentos e projeções, podendo usar como base as informações colhidas anteriormente. Além disso, é através dos fluxos de caixa que é possível saber se as finanças da sua empresa vão bem das pernas.

Cultura organizacional: compromisso e transparência

Por fim, é importante lembrar que a questão da gestão financeira também está intimamente ligada a cultura organizacional. Funcionários que negligenciam a importância da prestação de contas e dos efetivos registros em um sistema, por exemplo, acabam por contribuir para o descontrole das finanças. É por esse motivo que o gestor deve compartilhar uma cultura onde todos esses elementos sejam valorizados, de modo que todos saibam a importância da comunicação, do compromisso e da transparência para o futuro do empreendimento.

Pronto para aplicar essas dicas? Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário!

 

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Um comentário

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *