24 de março de 2017

Dicas de economia doméstica para o final de ano – NATAL

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Dicas de como economizar no natal.

Todo final de ano é a mesma coisa: festas, presentes, gastos exagerados e o 13º salário não dá para pagar todas as despesas. Muitas vezes, alguns começam o ano seguinte devendo. Para evitar esse desgosto, vamos falar um pouco do mesmo, mas com um diferencial: citando exemplos práticos.

Será mesmo que é possível passar o período de férias ileso das dívidas?

Dicas de economia com as compras

Provavelmente você já ouviu está frase: “Não vá ao supermercado com a barriga vazia”. Parece brincadeira, mas, ir às compras despreparado(a) fisicamente e/ou psicologicamente, é o mesmo que ir à Antártida de sunga e protetor solar.

Há um verdadeiro bombardeio “marketeiro” para estimular o cliente a comprar toda a prateleira, repleta de produtos. Você vai comprar açúcar e sai de lá com dez itens da promoção do dia, talvez com um consórcio, uma assinatura de revista, um novo cartão de crédito, uma cesta de natal e ainda recusou outras ofertas. Cuidado, se não, as compras de tantas coisas, em tantas vezes, com juros “baixíssimos”, será capaz de lhe endividar para todo próximo ano. E adeus 13º salário, férias e bônus.

Evite ir ao mercadinho da esquina. Lá os produtos são de terceira linha, mais caros e pior acondicionados. Faça a sua lista de compras e prefira os grandes supermercados e anote  os preços dos produtos. Elabore uma lista de preços. Mantenha assim, numa listagem, uma pesquisa de preços de diversos produtos mais comuns à sua casa e leve-a sempre que for compras e a feira.

Escrevi anteriormente sobre dicas de economia doméstica no supermercado (1ª. Parte) e (2ª. Parte). E para complementar sua leitura, vale a pena ler sobre dicas de economia doméstica evitando desperdício de alimento.

Já em outros sites/blogs recomendo que leia também > Economizar em compras no supermercado, fonte: Aquecendo a barriga. E a dica de economia doméstica: “quanto maior, mais barato fica”, fontes: Blogs Valores Reais e Clube do Pai Rico.

Continuando… Portanto, alerto você para dividir suas compras. Faça uma lista de necessidades e, coloque nela o que realmente você precisa para o seu abastecimento (semanal ou mensal). Compre em horários diferentes itens diferentes, não misture alimentação com vestuário. Siga essa dica quase que ao pé da letra e verás a diferença no seu orçamento para o consumo. Outra dica é para não misturar os sentimentos, ou seja, não confunda compras com lazer. Para se divertir vá ao cinema, parques, festas. Deste modo, vá ao shopping somente quando houver necessidade de comprar algo.

Psicologicamente a evolução do cérebro humano ainda liga toda necessidade à alimentação e ao sexo. Se você misturar, com certeza irá gastar mais do que deve ou do que pode.

Pesquise. Calcule. Quando se estão chamando muita atenção para uma promoção, provavelmente é uma armadilha. Ou o produto está perto de vencer a validade ou compraram além do que deviam e, agora querem lhe vender o que está sobrando no estoque. Ou ainda, o produto não teve aceitação no mercado e/ou nos valores tem alguma pegadinha obscura.

Dicas de economia com embalagens de presentes

Evite o conforto das caixinhas de presente. Se for o caso, prefira as embalagens maiores, sempre que possível. Ou ainda as de formatos adequados ao modelo do presente. Exemplo: Uma caixa retangular é ideal para sapatos. Geralmente estas têm que ser obrigatoriamente mais baratas.

Mas, há outra alternativa, talvez a mais econômica. Faça você mesmo as embalagens que necessitar. Compre rolos de papel presente, fita adesiva e mãos a obra. Assim economiza no dinheiro e muitas vezes no desperdício de caixas e sacolas de presente.

Exemplo prático

Uma dica, que utilizo desde que morávamos no Brasil. No dia 25 de Dezembro “entrego” como presente um cartão de natal para minha esposa, logo, dia 26 vou às compras, compro um belo de um presente na promoção. E na noite seguinte a grande surpresa. Um presente que ela não esperava, pois ela pensou que seria apenas o cartão. Agindo assim, economizo e ainda a surpreendo.

Se você fizer uso dessa prática citada acima (do cartão de natal no dia 25 e depois o presente no dia 26), faça à mão, você mesmo, um segundo cartão de natal ou uma carta romântica para entregar junto com o presente. Assim evita comprar um segundo cartão.

Conclusão

Calcule sempre antes de tomar qualquer atitude de compra. Não tenha vergonha de levar uma calculadora. Procure produtos com boa procedência e aparência. Marcas consolidadas podem significar produtos de maior durabilidade. Utilize dicas de economia doméstica para turbinar seu orçamento doméstico.

Procure comprar nos especialistas: alimentos, produtos de limpeza e bebidas em grandes supermercados, roupas e sapatos em lojas de vestuário, eletrodomésticos e móveis em suas respectivas lojas. Vá ao shopping para se divertir ou para comprar. Um dos dois. Nunca faça compras em dia de cinema ou diversão. No shopping tem todas as facilidades, mas fora dali tem várias outras lojas especializadas. Não compre sem pesquisar. O conforto que lhe oferecem talvez não valha a pena.

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *