19 de maio de 2019

Desejo X Necessidade: Entenda a diferença e como isso pode impactar na suas finanças

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

desejo-x-necessidade-entenda-a-diferenca-e-como-isso-pode-impactar-na-suas-financas

A sociedade de hoje é marcada pelo consumo em excesso e o mercado apresenta uma diversidade enorme de produtos que podem servir para as mais variadas circunstâncias. A combinação desses dois fatores não poderia dar tão errada: pessoas compram cada vez mais, pois sentem a necessidade de adquirir um produto. Mas será que isso é, de fato, necessidade ou desejo?

Conhecer a diferença entre os dois pode ser fundamental e impactar nas suas finanças. Enquanto a necessidade está relacionada a algo imprescindível para as nossas vidas e sem o qual poderíamos até morrer, o desejo é uma vontade de acabar com alguma carência, seja essa criada por nós mesmos ou pela sociedade.

Diferenciando as duas coisas

Ter fome e sentir sono, por exemplo, são necessidades. A vontade de comprar o último celular da moda nada mais é que um desejo. Agora, conseguir estabelecer um limite para o desejo e criar objetivos são fundamentais para determinar qual o momento de comprar uma coisa e não outra. Essa ação, é claro, irá refletir sobre os bolsos.

Se há uma vida enorme a ser desfrutada, é natural que queiramos sair passear, frequentar festas, comer em locais mais chiques. Resta uma dúvida: o meu salário dá para fazer isso? Ou terei que trabalhar apenas para pagar as contas?

Planejamento ajuda no controle dos gastos

Saber identificar essas perguntas é a chave para controlar as finanças. Isso só acontece, porém, quando há planejamento financeiro. Na maioria das vezes, os itens que adquirimos são apenas impulsos do momento, pois a única coisa de que precisamos são água, comida, um lugar para morar e roupas.

Quando paramos para refletir sobre eles, percebemos o que é supérfluo do essencial. Se o que realmente precisamos é apenas de uma casa, de água, comida e roupas, o supérfluo que compramos é o que deixa a vida mais feliz. Apenas por um tempo, vale ressaltar, até a conta do cartão de crédito chegar.

Como começar a cortar gastos?

A necessidade e o desejo têm importância, mas em níveis diferentes. Algumas pessoas acreditam que ter o celular da última moda, um carro zero, uma casa enorme e sempre visitar restaurantes caros são necessidades, quando na verdade não são.

Se as contas não estão fechando no final do mês, é preciso cortar exatamente esses itens da lista de compras. Isso irá impactar nas suas finanças, uma vez que sobrará dinheiro no final do mês.

Escolhas simples fazem diferença nas finanças

Sabe aquele biscoito diferente que você comprou quando foi ao mercado, ou aquele chocolate que era mais caro? É disso que estamos falando. São supérfluos, pois apenas deixam você feliz por um momento.

Se as contas não estão equilibradas, cortar os supérfluos pode ser fundamental para voltar a ter controle sobre a situação financeira. E isso tem a ver com fazer escolhas. Pode ser que a bolacha mais barata não seja tão gostosa, por exemplo, mas ela irá satisfazer sua necessidade.

Dicas para ter controle financeiro

O que você deseja e o que você precisa são coisas diferentes. Identificar isso é de extrema importância para alcançar a liberdade financeira. Você precisa:

• Pensar antes de comprar qualquer coisa;

• Esperar um momento antes de adquirir;

• Reavaliar como está empregando o dinheiro.

Na prática, isso significa que você irá readequar a própria vida. Para quem precisa cortar os supérfluos, verificar a assinatura da TV a cabo, da Netflix e da academia, por exemplo, já pode ser um bom começo. Tentar pagar as contas à vista também pode ser primordial, pois você vê, na hora da compra, o dinheiro indo embora.

Lembre-se: tudo é moderação. Quando isso fizer parte da sua rotina, a vida será mais plena e feliz. Afinal, não é o dinheiro que lhe controla, mas você que o domina! Gostou dessas dicas? Leia nosso blog e adquira mais conhecimento de como controlar o seu dinheiro!

Procurando um gerenciador financeiro pessoal? Clique aqui e conheça agora!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *