27 de junho de 2019

Conheça a plataforma de Rascunho da Declaração do IRPF

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Concentrated on work. Side view of thoughtful young man in formalwear looking at laptop and holding hand on chin while sitting at his working place

A tecnologia na palma das mãos acelerou processos que antes levavam muito tempo. Não apenas encurtou distâncias, mas criou mecanismos que facilitam o dia a dia das pessoas. A internet no celular foi o primeiro passo para que os usuários conseguissem resolver várias tarefas sem a necessidade de estar em casa. Os tablets popularizaram seu acesso e fizeram com que o tráfego global de dados móveis disparassem, fazendo com que as previsões atinjam a impressionante cifra de 5,2 bilhões de usuários móveis até 2017, de acordo com a empresa Cisco. Isso representa um aumento de 13 vezes até lá quando comparados aos dados de hoje.

Por isso, uma das tarefas consideradas mais ingratas para muita gente ganhou um reforço positivo para sua elaboração. A Receita Federal acaba de lançar um aplicativo chamado “Rascunho IRPF” para ajudar os contribuintes a fazerem suas declarações de imposto de renda. O app tem como objetivo adiantar o preenchimento dos dados da declaração anual, salvando as informações em forma de rascunho e sendo transferidas em definitivo para o formulário de 2015 quando este estiver liberado no site da Receita. A Secretaria da Receita Federal informou que mais de 20 mil contribuintes já estão utilizando o app. Quer saber mais sobre ele? Confira o nosso post de hoje!

Benefícios do aplicativo

A primeira vantagem direta é na organização da vida do contribuinte, que pode ir preenchendo as informações ao longo do ano, sem correr o risco de esquecer nada. Caso ele venda um veículo, pode já cadastrar os dados do recibo de compra e venda, por exemplo. O preenchimento inclui informações para qualquer pessoa física que deseja utilizá-lo, apesar de seu uso ser opcional. O aplicativo informa ainda se o contribuinte vai receber ou pagar imposto a fim de corrigir algo. Informações como dependentes, rendimentos, pagamentos, bens e dívidas relativas ao período entre 01/01/2014 a 31/12/2014 podem ser cadastradas.

Para usar o rascunho é preciso criar uma palavra-chave para o usuário e uma senha. O aplicativo está disponível para computadores, smartphones e tablets nas versões para IOs ou Android.

O que muda com o aplicativo

A forma de entrega do Imposto de Renda não é alterada em nada e continua sendo apenas pela internet. O aplicativo é apenas uma facilidade para o contribuinte e ficará disponível até o dia 28 de fevereiro de 2015, quando passa a ter a possibilidade de exportar os dados para uma versão final do rascunho para o imposto de renda.

Apesar de o rascunho ter a tendência de ser mais utilizado pelos contribuintes que usam o modelo completo de declaração de Imposto de Renda, ele facilita muito a vida dos contribuintes que declaram pelo modo simplificado, pois há a possibilidade de acompanhar periodicamente o registro de seus dados até a data final.

As regras do jogo continuam a mesma! O aplicativo chegou apenas para organizar a vida dos contribuintes, principalmente aqueles que deixam a declaração de Imposto de Renda para última hora, pois há como inserir todas as informações à medida em que acontecem, sem a necessidade de correria atrás dos dados quando o período de entrega já está muito próximo.

E você, planeja fazer uso do Rascunho da Declaração do IRPF? Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário!

 

 

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
2 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *