22 de novembro de 2017

Como pagar as dívidas? 4 dicas para quem está no fundo do poço

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

dicas-para-quem-esta-no-fundo-do-poco

Em tempos de crise econômica, é comum que as pessoas acabem gerando mais dívidas para cumprir com suas obrigações. Dessa forma, suas contas ficam negativas e logo elas se veem perdidas em uma situação complicada, sem saber como pagar as dívidas.

Fique calmo! Existem formas de gestão pessoal que podem facilitar esse momento de dificuldade. Práticas de organização financeira podem ajudar você a economizar dinheiro e se ver livre das terríveis dívidas, deixando tudo em dia.

Ficou interessado? Então, confira neste post algumas práticas de como pagar as dívidas para que você possa respirar novamente aliviado.

1. Evite fazer compras a prazo

Existem várias maneiras de realizar uma compra, contudo, com a propagação dos cartões de crédito, eles se tornaram a mais utilizada na hora de consumir. Graças à sua praticidade e capacidade de comprar produtos sem a necessidade de ter o dinheiro no momento, além da possibilidade de realizar parcelamentos facilmente.

Apesar de prático, fazer compras a prazo passa a sensação de estar gastando pouco e o usuário pode acabar gastando mais do que deveria. Portanto, o ideal é sempre comprar à vista, e somente se o bem de consumo for realmente necessário. Além do seu melhor controle financeiro, muitas lojas oferecem descontos para compras à vista.

2. Defina as prioridades para pagar as dívidas

Obviamente, para sair mais rápido do seu “aperto”, existe um método simples de como pagar as dívidas, baseado no direcionamento de prioridades. Afinal, nem sempre temos todo o capital necessário para pagar todas as nossas obrigações no momento.

Desse modo, é interessante que você faça uma lista de prioridades, focando as dívidas que possuem os juros mais altos, já que elas são as maiores vilãs do seu dinheiro, corroendo sua capacidade de pagamento.

3. Crie hábitos financeiros saudáveis

Normalmente, quando alguém gera alguma dívida, o motivo mais usual é a falta de organização financeira. As pessoas tendem a gastar com supérfluos e consumir mais do que sua renda mensal permite.

Alguém que desenvolve hábitos financeiros saudáveis estará mais seguro contra essas tentações do mercado e será capaz de controlar melhor seus recursos, pagando dívidas existentes e evitando as futuras. Confira alguns desses hábitos:

  • utilizar ferramentas financeiras para controle pessoal, como planilhas eletrônicas e aplicativos;
  • poupar dinheiro regularmente;
  • fazer uma lista de gastos desnecessários e cortá-los do orçamento.

A poupança é uma ótima maneira de criar seu fundo de emergência para aumentar sua segurança financeira. Especialistas aconselham a poupar cerca de 10% do seu salário regularmente para manter uma boa quantia reservada.

4. Renegocie as suas pendências

Mesmo após se organizar e criar uma prioridade de pagamentos, pode ser que você ainda não seja capaz de cumprir com suas dívidas. Nesse caso, é interessante que você seja claro com as pessoas para quem deve e tente renegociar as dívidas.

Dessa forma, você estará passando credibilidade ao mostrar seu interesse em quitar suas dívidas e é bem provável que as negociações fluam. Tente não gerar mais dívidas, pelo menos até conseguir pagar as que você já tem.

Criar hábitos financeiros saudáveis é muito importante para se organizar e saber como pagar as dívidas. Se essas práticas forem mantidas, além de tirá-lo do sufoco, ajudarão a realizar os seus projetos pro futuro!

Uma coisa que pode ajudar você a sair de vez das dívidas e não voltar a ficar devendo é utilizar um bom sistema de controle financeiro. Procure na internet por sites de controle financeiro, escolha o seu e mude sua vida financeira de vez.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário no post e nos ajude a crescer cada vez mais!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Um comentário

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *