20 de julho de 2017

Como iniciar-se na leitura e como poupar dinheiro para investir

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Toda leitura inicia-se com uma busca. Busca-se auto-ajuda sobre algum assunto, busca-se companhia, religião ou até um novo sentido para vida. Necessita-se ler mais para aprender a investir melhor!

Aprender para investir – Créditos da Imagem: freedigitalphotos.net

Poupar implica, necessariamente, em assumir uma postura prudente e responsável com o dinheiro. Em outras palavras, muita gente não consegue poupar qualquer dinheiro e, pior do que isso, enfrenta dificuldades financeiras, dívidas etc., devido ao modo com que lida com o dinheiro.

Tenho uma comparação interessante sobre isso, embora simples: o telefonema do pobre endividado X o telefonema do rico investidor. O pobre endividado era um conhecido, funcionário público, que ligou para o meu celular certo dia. Notando que a ligação tinha sido feita de um telefone fixo e eu estava em casa, disse-lhe para ligar para o meu fixo. Ele disse que não, pois estava ligando do telefone do órgão público onde trabalhava. Não à toa, pensei, esse indivíduo enfrenta sérias dificuldades financeiras.

O fato de não contribuir pela redução dos custos da conta telefônica de seu local de trabalho revelou não apenas uma falta ética em relação ao patrimônio público, independente do valor em questão, mas também revelou que ele não dava o devido valor ao dinheiro e, provavelmente, em sua vida pessoal cometesse deslizes como esse, justificando de certo modo porque estava com a vida financeira complicada.

Por outro lado, o investidor rico igualmente ligou para o meu celular certo dia, do telefone fixo de um de seus escritórios, o qual mantinha com mais três sócios. Depois de me cumprimentar, a primeira pergunta que ele fez foi: há algum telefone fixo para eu te ligar? Eu respondi afirmativamente e, voltando a ligar no fixo, conversamos durante alguns minutos. O investidor rico revelou não somente uma postura ética desejável em relação aos sócios, mas também que valoriza o dinheiro. E obviamente não é por outra razão que ele usufrui de uma situação financeira confortável.

Quais os fatores influenciam na aprendizagem?

O auto-didata sabe que a aprendizagem requem tempo. Nada se aprende da noite para o dia. Na época dos Beatles, famosa banda inglesa, John Lennon, George Harrison e outros sempre diziam:

“quanto mais horas tocamos mais próximos estaremos da perfeição”.

Acredita-se que um ser humano para chegar o mais perto possível da excelência necessita-se de 10 mil horas de prática.

Outro caso famoso e que pode ser citado aqui é aquele de que algum técnico de futebol disse que até mesmo o Romário necessitava de um treinador. Sabe por que? Simplesmente, porque até os melhores precisam se aperfeiçoar cada fez mais.

Se você começou a investir agora, não desanime. Chegarás lá. Tudo dependerá de quantas horas semanais você “investe” EM LEITURAS DE ALTO NÍVEL. Por isso sugiro que desligue a televisão e siga em frente.

Ou você vai ficar em dúvida quanto aos gastos telefônicos? – Desculpa-me a analogia, não pude evitar.

Então, você se sente uma pessoa responsável com o dinheiro?

Pois é dessa responsabilidade que depende como você vai conseguir poupar dinheiro para investir. Bem, mas não se preocupe caso você tenha titubeado ao tentar responder a pergunta. Estamos falando aqui de um atributo ou uma competência que pode ser adquirida. Tenha perseverança! Quem persevera alcança! :-)

Como? Há pelo menos duas maneiras de se tornar responsável financeiramente: a primeira é conhecendo profundamente o que isso significa; a segunda é buscando vivenciar essa responsabilidade de forma cada vez mais minuciosa no dia a dia. Para aprofundar sobre o tema, não tem jeito, o melhor caminho é se debruçar na literatura que trata do assunto, que é ampla – bem, mas antes de falar nela, alerto que você terá que ignorar alguns comentários daquele cara sisudo que trabalha contigo, sobretudo aqueles que se referem aos livros de autoajuda.

É isso, esqueça as críticas sobre esses livros, porque eles de fato nos ajudam a entender e praticar o lado responsável e positivo das finanças pessoais. E agora sim, vamos a eles.

Vou citar alguns títulos mais famosos, apenas para você começar, mas recomendo que depois você busque outros similares:

Bem, preciso ir agora… Mas antes desejo que você tenha boas leituras! Depois me conta de qual livro gostou mais!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
6 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *