26 de julho de 2017

Como fazer um orçamento doméstico familiar

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Há diferentes orçamentos domésticos: familiar, individual e empresarial.

Crédito da Imagem: freedigitalphotos.net – Orçamento Doméstico

A preparação do orçamento familiar pode ser uma tarefa muito simples, conforme já observamos antes. O orçamento é basicamente composto por dois grupos de informações, receitas e despesas, que você registra numa folha de papel. É claro que se você usar o Excel, o trabalho será ainda mais fácil.

 Elaborando um orçamento doméstico familiar

Como fazer o orçamento familiar? Simples, nas receitas anotamos todas as entradas líquidas (aquilo que realmente é recebido) de dinheiro: salários, pró-labore, comissões, valores provenientes de serviços eventuais, bonificações, valores recebidos de aluguel, pensão alimentícia, renda proveniente de aplicações financeiras, entre outros. Nas despesas anotamos todos os gastos do mês, o que deve acontecer diariamente, registrando-se tudo o que é efetivamente gasto, sem deixar nada de fora, nem mesmo os cinqüenta centavos dados para o guardador de carros da rua do banco.

Deve-se tomar o cuidado de dividir as despesas em fixas e variáveis. Nas despesas fixas anotamos os gastos mensais previsíveis ou regulares: luz, água, telefone, internet, supermercado etc. Nas variáveis, anotamos os gastos eventuais, imprevisíveis: farmácia, vestuário, lazer, oficina do carro etc. Então chega o fim do mês e a hora de fechar as contas: soma as receitas de um lado, soma as despesas do outro, subtrai um do outro. Deu positivo? Beleza! Não? Então será preciso buscar soluções para colocar as contas em dia. Simples, né? Mas esse ainda não é o verdadeiro orçamento doméstico familiar, é apenas um exercício básico. Calma, a gente já chega lá.

A princípio, vamos dar um passo de cada vez. Assim como vem sendo em nossos artigos aqui publicados: iniciamos dando dicas para ajudar os endividados, uma introdução: como sair do vermelho, como quitar as dívidas, passamos por uma análise de como a economia doméstica pode turbinar seu orçamento doméstico e chegaremos ao controle total de suas finanças, mantendo um orçamento na medida exata pra você poder iniciar em seus investimentos. Fique tranquilo!

Continuando nossa planilha financeira. Para o mês seguinte você precisa incluir um item importante no orçamento doméstico: a previsão de gastos. A vantagem, agora, é que você vai preparar o orçamento familiar antes de gastar o dinheiro. Para isso basta criar duas colunas ao lado da relação de despesas: previsto e realizado. Na coluna “previsto”, você vai anotar, para cada despesa, o valor mais próximo possível do gasto a ser realizado.

Está acompanhando o raciocínio?

Algumas despesas fixas, como internet, aluguel, entre outras, você já sabe quanto vai dar, as outras você vai prever ou estimar, tomando como referência o mês anterior. E as despesas diárias? Faça esse controle em uma folha separada, desse modo será mais fácil para registrar os gastos. E na nossa tabela de orçamento familiar, você deve criar um item “Despesas diárias”, onde também deve estimar um valor, que é o total que você prevê para as despesas diárias do mês.

Terminou a tabela? Ótimo.

Agora some tudo e você terá a estimativa de gastos do mês. Subtraia o total dos valores previstos do total de receitas e você terá um saldo final estimado para o mês. Na medida que o mês passar e as contas forem vencendo, você deve ir anotando o que foi efetivamente pago na coluna “Realizado” da tabela. Assim, quando o final do mês chegar, você vai ter o valor real de despesas realizadas no mês e, obviamente, o saldo final exato. À medida que você praticar o orçamento familiar, você vai perceber que os valores que você lança como “previstos” estarão mais próximos dos “realizados”, criando previsões cada vez mais fidedignas.

Ficou claro? Caso tenha dúvidas ou queira receber mais dicas, escreva e vamos conversando através dos comentários.

Bem, minha sugestão agora é que você antecipe os próximos seis meses do orçamento da família.

Abaixo dois links bem bacanas sobre economia doméstica >>

Abraço forte e divirta-se com sua planilha de orçamento doméstico!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
6 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *