22 de março de 2019

Como escolher o melhor gerenciador financeiro para você?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Businessman holding pens and holding graph paper are meeting to plan sales to meet targets set in next year.

Controlar seus gastos, sejam pessoais ou do seu negócio, nem sempre é uma tarefa fácil. É preciso estar atento e acompanhar cada movimentação diária para evitar de deixar as contas no vermelho quando chega o fim do mês. Mas como fazer isso, sem precisar quebrar a cabeça criando planilhas complicadas ou se perder em anotações no caderno? O que você precisa é de um gerenciador financeiro que seja prático, fácil e eficiente. Ah! E pode ficar tranquilo quanto ao preço de uma ferramenta desse tipo, pois há desde versões gratuitas às pagas, com excelentes custos-benefícios.

Quer saber mais como funciona um gerenciador financeiro e qual o melhor para suas necessidades? Neste post, separamos algumas dicas importantes do que você precisa levar em consideração antes de escolher o seu programa. Podemos começar?

Controle os custos de seus cartões de crédito

Você concorda que os cartões de crédito são grandes facilitadores de compras, mas se não houver um acompanhamento dos gastos, eles podem se tornar uma grande dor de cabeça e te complicar na hora de fechar as contas? Quando tem cartão de crédito adicional, a dificuldade de controlar aumenta ainda mais. Por isso, busque por um gerenciador financeiro que permita administrar todas as transações de seus cartões e ajude a evitar ultrapassar os limites.

Estipule metas orçamentárias

Outra grande vantagem de contar com um gerenciador orçamentário, é poder criar metas futuras de seu orçamento. Tanto para gastos pessoas, mas mais essencial ainda para empresas. Por exemplo, se você fez um investimento em seu negócio, é preciso acompanhar passo a passo a quitação dele e analisar se, de fato, ele traz algum resultado para a empresa.

Mantenha suas contas em dia

Além de todo o esforço de tentar acompanhar as receitas e despesas, você ainda precisar lembrar de pagar as contas ou cobrar algum devedor, não é mesmo? Pois é, com um gerenciador financeiro, isso fica bem mais descomplicado. Afinal, o sistema te lembra quando um boleto vai vencer ou quando você precisa receber algum valor. Uma espécie de contas a pagar e receber automatizado.

Organize seus contatos pessoais e profissionais

Para controlar as finanças e preciso contar com organização. E para que isso seja eficiente, é fundamental manter os contatos de fornecedores e clientes de forma atualizada e com fácil acesso. Afinal, na hora de procurar algum telefone, você não vai ficar tentando lembrar onde guardou o cartão de visita, concorda? Um bom gerenciador financeiro precisa ter a função de cadastro de contatos e telefones uteis, que seja pratico, simples e rápido. Isso facilita muito.

Acompanhe seu fluxo de caixa

Por fim, o fluxo de caixa precisa conter todas as informações do período, com todas as receitas e despesas suas ou da empresa. Sem a ajuda de um sistema inteligente, fica muito difícil de realizar esse controle. Quando o fluxo de caixa contém os dados completos, você consegue projetar e enxergar melhor os resultados futuros e tomar as ações corretas.

Essas foram algumas dicas de pontos importantes que precisam ser levados em consideração na hora de escolher o gerenciador financeiro ideal para suas necessidades. Sem dúvidas, contar com um sistema desse tipo só traz benefícios tento para as finanças pessoais como as de um negócio. Tentar controlar tudo em planilhas comuns é que não da.

Procurando um gerenciador financeiro online? Clique aqui e acesse agora!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *