25 de maio de 2019

Como aumentar sua renda recebendo alugueis e investindo R$ 100,00 por mês?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

O primeiro passo para formar uma reserva de recursos é controlar suas finanças e passar a gastar menos do que você ganha. Um bom gerenciador financeiro, será um grande aliado para ter o comando das rédeas de seu dinheiro e para entender como otimizar a forma que utiliza seus recursos. Com esse passo dado, é importante passar a aplicar o dinheiro guardado com o mesmo nível de eficiência.

Nesse momento, o investidor acaba se deparando com um desafio: como investir bem, mesmo com pouco dinheiro. Existem excelentes aplicações para quem pode aportar milhares ou milhões de reais, mas o que fazer quando o valor disponível é bem mais baixo? A boa notícia é que o mercado financeiro tem soluções para todos os tamanhos de patrimônio e ter pouco dinheiro não é desculpa para investir mal. No artigo de hoje, vou apresentar uma forma de receber alugueis sem ter de investir mais de R$ 100,00 por mês.

FII – Os imóveis ao alcance de qualquer investidor

Há alguns anos ganhou destaque no nosso mercado uma modalidade muito interessante de investimento, os FII: Fundos de Investimento Imobiliário. Esses fundos são o conjunto de recursos de vários investidores que são aplicados por uma instituição designada como gestora na compra de imóveis. Atualmente, grandes centros comerciais, parques logísticos, agências bancárias e lajes comerciais pertencem a esses fundos. Seu rendimento vem de duas formas principais: distribuição de alugueis recebidos e valorização imobiliária.

Quando você compra uma cota de um FII é como se comprasse um pedacinho do imóvel do qual ele é dono. (Assim como você compra um pedacinho de uma empresa quando se torna acionista dela adquirindo uma ação). Ao se tornar dono desse imóvel, você automaticamente passa a ter direito de receber os alugueis que ele gera e pode utilizar esse valor para complementar sua renda.

Além do benefício da geração de renda, você ainda passa a ter as seguintes vantagens:

#1 Isenção Fiscal: Todo dinheiro pago ao cotista do fundo de investimento imobiliário a título de remuneração (os alugueis) é isento de imposto de renda. Ou seja, ao contrário do que ocorreria se você comprasse um imóvel e alugasse para alguém, sua renda não é tributada.

#2 Excelentes inquilinos: Por terem patrimônio muito alto, os FII tendem a investir em imóveis de alto valor como andares corridos ou centros de distribuição. Em geral, os inquilinos destes imóveis são empresas de grande porte como o Banco do Brasil ou a Magazine Luíza. Bons inquilinos têm mais chance de pagar em dia e menos chance de gerar “dor de cabeça” para o investidor. (Sem falar que podem pagar alugueis mais altos)

#3 Liquidez: Ao contrário do que ocorre com imóveis, os FII podem ser negociados com grande facilidade. Se precisar resgatar o dinheiro aplicado em um desses produtos, você não precisa ir a uma imobiliária, nem colocar um anúncio no jornal. Basta enviar uma ordem de venda à bolsa e pronto. Em 3 dias seu dinheiro está na conta para que você possa utilizá-lo da forma como precisar.

E o mínimo para investir nos FII?

Enquanto para investir em imóveis é preciso ter um bom dinheiro guardado, aplicações em FII podem ser realizadas a partir de R$ 100,00. Não é necessário comprar mais do que uma cota de um fundo para passar a usufruir de seus benefícios e se tornar um cotista. Ou seja, investir melhor só depende de você.

Sobre o autor: Márcio Placedino, CNPI-T, atua no mercado de ações há 9 anos e é membro da equipe do http://www.tororadar.com.br desde 2010, onde atua como instrutor de cursos e como analista. Estudou administração de empresas no IBMEC de Minas Gerais e Direito na Universidade Federal de Minas Gerais. Possui a certificação de Planejador Financeiro CFP® – Certified Financial Planner e é Consultor de Valores Mobiliários registrado na CVM.

 

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Um comentário

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *