23 de julho de 2018

Com a taxa Selic em queda ainda vale a pena investir no tesouro direto?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

com-a-taxa-selic-em-queda-ainda-vale-a-pena-investir-no-tesouro-direto

Todo investidor tem por objetivo preservar o seu dinheiro, protegendo-o dos efeitos de perda do poder de compra causado pela inflação, bem como receber os juros provenientes da operação. Muitos investimentos, principalmente os de renda fixa, tem como base a Taxa Selic para o pagamento dos juros, incluindo o Tesouro Direto. Se você não sabe exatamente como a taxa Selic funciona, recomendamos primeiro que faça uma rápida leitura no post sobre a Taxa Selic clicando aqui.

Quando a taxa Selic cai, a primeira coisa que vem à mente da maioria dos investidores é: ainda vale a pena investir no tesouro direto? Por este motivo, nós explicaremos todos os detalhes do que acontece com o Tesouro Direto quando a Selic cai e se continua valendo a pena investir nele.

Mas, primeiro você deve entender que existem 3 tipos de Tesouro Direto: Tesouro Selic, Tesouro IPCA e Tesouro Prefixado. Cada um possui suas características e impactos relativos à taxa Selic. Então, vamos ver cada caso.

Tesouro Selic

O Tesouro Selic está diretamente ligado às oscilações da taxa Selic, logo, quando a taxa Selic sobe, este título também renderá mais, porém, quando a Selic cai, o título renderá menos. Devido a esta movimentação, muitos investidores ficam preocupados e se questionando se ainda vale a pena investir no TD.

Porém, o que a maioria não percebe é que, quando a taxa Selic cai, a inflação também cai. Ou seja, se descontarmos a porcentagem nominal referente aos rendimentos do título em relação à inflação, teremos o que é denominado Juros Reais. Logo, por mais que a taxa Selic caia e os rendimentos do Tesouro Selic também reduzam, a inflação descerá quase na mesma proporção, de modo que os Juros Reais continuarão apresentando resultados positivos.

Tesouro IPCA

Com o tesouro IPCA o investidor sempre terá proteção do seu dinheiro em relação à inflação, pois este título tem por característica remunerar o investimento sobre a inflação do período, acrescido de uma taxa de rendimento. Logo, se o seu objetivo é não deixar o seu dinheiro desvalorizar ao longo do tempo, esta é uma solução que vale a pena, pois, independente da oscilação da Taxa Selic, a sua reserva financeira estará protegida. Logo, podemos concluir que, mesmo com a queda da Selic, ainda valerá a pena investir no Tesouro Direto IPCA.

Tesouro Prefixado

O Tesouro Direto Prefixado é o que mais devemos ter cautela, pois, como o próprio nome diz, a remuneração é prefixada, ou seja, ao adquirir um título prefixado você já saberá sua remuneração final. A taxa de remuneração é estabelecida com base em estudos realizados pelos responsáveis pelo Tesouro Nacional e, na sua concepção, já englobam possíveis variações da taxa Selic e demais fatores.

Porém, o investidor também deve realizar suas análises e ficar atento ao mercado, pois, por exemplo, se a expectativa que a Selic suba para 12% a.a. e adquirir um título prefixado que pagará 8,5% a.a. poderá correr o risco de deixar de ter melhores rendimentos, caso realmente ocorra a realização estimada da subida da Selic. Porém, se não há expectativa que a Selic suba além do que a taxa do título investido, o Tesouro Direto Prefixado continua vantajoso mesmo com a queda da Selic.

Conclusão

É fato que, com a queda da Selic, os investimentos atrelados a ela terão menores rendimentos e resultados. Porém, continua vantajoso investir no Tesouro Direto, pois, seus rendimentos continuam a serem superiores à inflação, protegendo o capital investido da perda do perder de compra. Outro fator determinante de continuar a investir no TD é a sua segurança, pois, apresenta baixo risco do não pagamento dos rendimentos e juros do capital investido.

Gostou deste artigo? Então continue lendo outras postagens no nosso blog!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *