04 de dezembro de 2016

China: Carro de luxo, símbolo de sucesso

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!
A china se tornou o maior mercado de veículos de luxo mundial!?

Tenho ouvido falar muito sobre a China este ano de 2011. E muito tem discutido sobre o rápido crescimento chinês. O país asiático alcançou um crescimento econômico espetacular nos últimos anos e aumentou significativamente o seu nível de renda. Portanto, sucumbiu aos gostos ocidentais, incluindo a preferência para veículos de luxo produzidos no velho continente (leia-se Europa).

Pelo menos, eles estão confirmando os valores e o interesse que tem despertado o Auto Show que está acontecendo nestes dias na cidade de Xangai. Segundo a agência Dunne & Co., o Audi A6 aumentou suas vendas em 18,2% no ano passado no mercado chinês, estabelecendo-se como uma marca alemã que alcançou um milhão de vendas e espera dobrar o número nos próximos três anos.

Há uma década, quando falamos de marcas como: BMW, Mercedes e Audi, nos referíamos quase exclusivamente aos europeus. E agora, com a queda da procura naqueles países, esta deslocou-se para as economias emergentes, produzindo uma mudança geográfica no mercado automotivo.

Podemos observar uma tendência para países com maiores aumentos na renda, não para salvar uma situação de crise, tampouco para resolver de forma permanente.

O Brasil não vai ficar atrás e já está entre os maiores produtos de veículos mundialmente falando. Porém não de carros de luxo, apenas populares. A produção de veículos no Brasil bateu recorde em 2010 com a fabricação de 3,638 milhões de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões, de acordo com os dados divulgados pela Anfavea [2] (associação das montadoras).

Um forte abraço a todos, amigos e leitores, até o próximo post.

Fonte de inspiração: El economista.es [1]


Visitados em 25/04/2011 às 18:01 (GMT 00:00).
Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
6 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *