27 de março de 2017

As condutas perante o dinheiro

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

 

Apenas como reflexão. Estava eu pensando sobre dinheiro, meus gastos, o consumo de minha família, eu e minha esposa, nossos investimentos, etc. Pensei, pensei, pensei, buscava algo que poderia melhorar e o encontrei.

condutas perante o dinheiro

E também algumas coisas que poderemos aprimorar em nossas vidas se pensarmos em relação a nossa conduta perante o dinheiro.

Este assunto é suficiente para escrever um livro, mas vou tentar colocá-lo em dois (2) posts.

O primeiro, que é este, será sobre a conduta em que nós humanos temos perante o dinheiro. Focando o gasto inconsciente.


E o segundo post vou tentar mostrar pequenas ações onde podemos melhorar nosso comportamento perante o alto consumismo de hoje em dia em todo o mundo.


Bom, dito isso, em seguida levantaremos quatro formas de evidências, por onde iremos comprovar o quanto de desvio de conduta o apego ao dinheiro pode provocar:

 

Imaginemos alguém que se proponha a comprar algo para si, com o seu próprio dinheiro

1º. ele irá tomar o máximo de precauções para que o custo-benefício seja o mais proveitoso possível, isto é, que seja algo de qualidade mais aceitável, pelo valor mínimo de mercado e que lhe satisfaça de maneira suficiente;

Alguém vai usar o seu próprio dinheiro para comprar algo para outrem

2º. Vejamos o que acontece – ele perde o cuidado com a qualidade, esta qualidade do produto deixa de existir, desde que seu preço seja o mais irrisório possível, pouco se importando com a satisfação do presenteado;

Agora, se a compra for para si, mas com dinheiro alheio

3º. o que irá importar será o máximo da qualidade, custando o que custar, mesmo que seja acima do mercado, mas que lhe traga o máximo de satisfação;

Por último, no caso da compra de algo para alguém, com o dinheiro de terceiro

4º. nesse caso, tudo vira uma festa, pois nada mais importa, nem a qualidade do produto, nem o quanto custa, e muito menos se irá ou não levar qualquer satisfação ao usuário.

Tudo isso é muito lamentável, mas convenhamos, com apenas raras exceções, é a pura realidade da vida contemporânea.

Baseado no que foi dito acima poderemos resumir tudo no que chamaremos de “o quadrante das compras”.

O quadrante das compras

Compra vs Origem
Com o teu dinheiro
Com o dinheiro de outros
Comprar para Você
melhor custo vs benefício
a melhor qualidade, não importa o custo
Comprar para Outros
o mais baixo custo, não importa a qualidade
nada importa, qualidade ou custo

 

É isso aí pessoal, são apenas pensamentos meus, com uma grande verdade nisso tudo.

Como poderíamos esperar algo melhor para a humanidade do que a iminência do seu desaparecimento da face da Terra? O desrespeito com o dinheiro é uma atitude que atinge todos nós.

O desrespeito para com o próximo então nem se fala, a ponto de haver uma total desarmonia espiritual, ambiental, social, religioso e político.


Em fim, o homem, ele mesmo esta se transformando num ser irracional, com atitudes absolutamente selvagens, na contra-mão da civilidade. Será que isso tem volta? Até onde vamos chegar?

condutas perante dinheiro

 

A partir de informações do blog do Dr. Money, Marcelo, me avisou que essas 4 diferentes maneiras de “tratar” seu dinheiro foi criada e aperfeiçoada por Milton Fridman.

Assim sendo, o rapaz que expôs um assunto tão complexo de forma tão simples chama-se

Milton Friedman, e muitos poderão condenar minha amargura de conceitos, mas ninguém conseguirá me contradizer com seriedade, porque as evidências são por demais incontestáveis. Leia mais sobre o seu Milton Fridman aqui >> http://www.eumed.net/cursecon/economistas/Friedman.htm

Nunca conseguiremos tapar o sol com uma peneira. O delírio que a força poderosa da moeda exerce sobre o homem não tem explicação plausível. Como é possível alguém “vender a alma ao diabo” simplesmente para ter posse sobre bens materiais, mesmo à custa da desgraça alheia. Cuidado amigo.


Seja consciente financeiramente, humilde, educado e estudioso. Eu sei que pode parecer repetitivo, mas quero apenas compartilhar com vocês meus pensamentos.


Um forte abraço a todos, boas leituras, e até a próxima.

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
12 Comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *