26 de julho de 2017

Aprimorando o orçamento doméstico

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Como caprichar ainda mais seu orçamento doméstico e ser feliz!

Créditos da imagem: freedigitalphotos.net – “Aprimorando o orçamento doméstico”

Você verá como é fácil manter seu orçamento em dia, com dicas de habilidades financeiras que deixaram suas finanças requintadas.

Economia doméstica para turbinar seu orçamento doméstico.

Na última postagem sobre como fazer um orçamento doméstico familiar entendemos como manter o orçamento através de um registro criterioso das despesas previstas que, após serem levadas a efeito, são registradas como realizadas. Agora vamos dar um novo passo para deixar suas contas ainda mais eficientes. Entenda-se que, liberdade financeira e qualidade de vida andam juntos. Trata-se de nos beneficiarmos com outra possibilidade do orçamento familiar, que é organizá-lo em categorias de despesas, de forma a permitir que saibamos onde o dinheiro está sendo gasto.

Por que devemos saber isso? Porque, de acordo com os itens que a família mais consome, torna-se simples definir ajustes em favor do bolso. Por exemplo, você pode descobrir que mais de 50% do orçamento está sendo canalizado em atividades de lazer, o que pode indicar uma importante mudança quanto aos hábitos da família.

Como fazer a re-organização?

Para organizar melhor o seu orçamento familiar, basta reunir as despesas segundo diferentes categorias, definidas a seu critério. Sugiro que você comece usando as seguintes categorias:

  • a) Moradia: aluguel ou prestação de imóvel, condomínio, água e luz, gás, IPTU, telefone etc.
  • b) Educação: mensalidade, material escolar, transporte, lanches etc.
  • c) Lazer: vida noturna, cinema, locadora de vídeo, viagem, assinaturas (TV a cabo, jornais e revistas) etc.
  • d) Alimentação: supermercado, padaria, feira, lanchonete etc.
  • e) Saúde: plano de saúde, medicamentos, academia, dentista etc.
  • f) Automóvel: prestação, combustível, estacionamento, pedágio, manutenção, impostos, (IPVA, licenciamento), seguro, multas etc.
  • g) Vestuário: roupas e calçados etc.
  • h) Outros gastos: plano de previdência, seguro de vida, cabelereiro, telefone celular, internet etc.

Dica: Utilize um sistema de controle financeiro online.

E agora, o que fazer?

Bem, agora chegou a hora de responder uma pergunta que, em postagens anteriores, já deixamos em aberto: onde fazer o orçamento familiar? Sim, no Excel (planilhas financeiras gratuitas), tal como você provavelmente tenha pensado. Infelizmente, no entanto, o fato das pessoas enfrentarem algumas dificuldades iniciais para usar essa ferramenta acaba se tornando motivo, muitas vezes, para manter um orçamento simplificado, mantido manualmente. Bem, se esse é o seu caso, eu devo insistir que tenha persistência para superar eventuais barreiras. Fazer curso? Só se fizer questão, mas saiba que aqui, na web mesmo, você poderá aprender a usar o Excel e de forma mais rápida do que imagina. Há muito conteúdo para lhe ajudar e, com uma simples pesquisa no Google, você encontrará uma variedade enorme de apostilas, blogs e videoaulas sobre o Excel, desde o nível introdutório até o mais avançado.

De qualquer forma, se preferir você não precisa criar a planilha do seu orçamento doméstico familiar a partir do zero, pois na web você também pode encontrar diversos modelos de planilha especialmente preparadas para tanto. Abaixo indico algumas dessas planilhas:

Além dessas três planilhas, há também um post que escrevi aqui no blog Finanças Forever, onde indiquei as cinco melhores planilhas financeiras gratuitas: (http://financasforever.com.br/planilhas-financeiras-gratuitas).

E falando em modelos, que tal falarmos mais sobre isso nos próximos posts? Certo, até lá!

 

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Sem comentários

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *