19 de maio de 2019

Afinal, é possível pagar menos tarifas bancárias?

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

afinal-e-possivel-pagar-menos-tarifas-bancarias

Muitos podem não perceber, mas elas estão lá. São pagas durante todo o ano sem se atentar que, ao longo desse período, podem ser uma quantia razoável que seria valiosa ao investir em outra coisa. Essas são as tarifas bancárias: forma dos bancos grandes manterem ativas contas de pessoas que buscam fazer operações financeiras na própria instituição.

Reduzir e pagar menos tarifas bancárias é possível, mas grande parte das pessoas não sabe como. Uma pequena mudança de hábitos ou uma reunião com o seu banco podem fazer você gastar menos com essas taxas e até mesmo reduzir a 0 o valor.  Acompanhe, abaixo, como é possível pagar menos tarifas bancárias.

Análise as taxas

Uma conta-corrente de R$ 50 mensais significa R$ 600 por ano. Um bom dinheiro, não é mesmo? E isso pode continuar no seu bolso. O primeiro passo é analisar todas as tarifas bancárias – sem deixar nenhuma de lado.

Isso porque ela não mostra só o valor para manter a conta, mas todas as operações que você mantém com o banco. Muitas, inclusive, são pagas mesmo sem ser utilizadas. O próprio site das instituições financeiras apresenta tabelas com os valores que são cobrados.

Se necessário, peça ao gerente ou funcionário do seu banco todas as tarifas que são cobradas da sua conta. Isso porque elas variam: poupança, conta-salário, contracorrente e conta jurídica possuem diferentes formas, ‘benefícios’ e tributações.

Como pagar menos tarifas bancárias?

Há uma série de formas de reduzir o que se paga às instituições financeiras ou até mesmo não gastar um centavo com elas. Para isso, é preciso ficar atento a alguns passos, como os que trazemos abaixo.

– Conta virtual. O ‘internet banking’, através de sites e aplicativos, pode eliminar qualquer tipo de taxa que é paga ao banco. Por ser uma operação estritamente digital, não há o uso de agências e serviços físicos. Contudo, se você utiliza muito os caixas eletrônicos ou precisa ir regularmente ao banco, avalie essa opção, para não ter que pagar mais ainda.

– Centralize suas operações. Ao combinar os serviços bancários em um único local ou centralizar as diversas contas, você pagará tarifas reduzidas por isso. Ter várias contas em inúmeros bancos não é uma opção saudável para suas finanças, pois pagará tarifas bancárias em todas elas. Centralize suas operações em um único local.

– Mude seus hábitos. Do papel do saldo da sua conta às retiradas que faz no caixa quase que diariamente ou os documentos físicos que chegam pelo correio, todos agregam um valor nas contas. Por isso é preciso mudar seus hábitos: veja o extrato na tela do caixa ou do seu celular, programe o limite de retiradas mensais gratuitas e faças os pagamentos pela internet.

– Fique no azul. Quanto melhor for o seu perfil para o banco, mais benefícios você terá – inclusive a redução de tarifas bancárias mesmo com um leque de serviços. Se possível, elimine o cartão de crédito: use apenas o do débito, que trará uma diferença considerável nas suas finanças.

– Bancos digitais. Mude para um banco digital sem tarifas. Com o fenômeno das fintechs espalhadas pelo Brasil, é normal encontrar bancos que fornecem todos os benefícios de um banco tradicional com tarifa zero. Fique atento!

Conclusão

Não só é possível pagar menos tarifas bancárias como é desejável que você faça isso. O banco prefere clientes com um bom perfil pagador e que façam movimentações, mais que aqueles que depositam altas quantias. E, no final de tudo, a mudança da forma que você utiliza suas contas te dá um dinheiro para investir em outras coisas – como o lazer que tanto necessitamos.

Se você gostou desse artigo, o nosso blog traz outros conteúdos relevantes. Não deixe de acessar nosso site.

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *