19 de agosto de 2018

A relação e benefícios do mercado Forex para a economia Brasileira.

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

por-que-devo-aprender-sobre-investimentos

 

Estamos em um ano repleto de incógnitas, ano de eleição presidencial no Brasil. Desde as eleições de 2002 o período de eleição costuma ser um sinônimo de volatilidade no mercado. Oscilações constantes no preço do dólar é um exemplo, o que a 16 anos atrás chegou a quase R$ 4,00, em 2014 sofreu pouca mudança, porém a bolsa subiu. Não foi um período calmo e volatilidade imperou.

Há praticamente dois anos tivemos uma “virada de chave” no andar da economia brasileira, a inflação havia estabilizado e assim permitiu a queda nos juros num processo que indicava ter vida longa. Isso fez com que muitos investidores se animassem e uma quantia significativa de dinheiro entrou no país nesse período, e assim, mais uma vez, a bolsa subiu e o dólar caiu. Agora em 2018 chegou a hora da verdade, sai a expectativa e começa a realidade. De uma maneira geral, a economia brasileira melhorou, porém, há muito para ser feito por aqui. Os projetos em longo prazo de infraestrutura e investimentos em empresas ainda não saíram do papel. Isso se dá pela dúvida do investidor sobre a definição do próximo governo, tendo uma perspectiva de investimento pra somente daqui 20 anos. Resumindo, o que está acontecendo é que a economia está em um compasso de espera para o que pode vir e acontecer, ou melhor, como o próximo governo conduzirá a economia brasileira.

Falando um pouco mais sobre a volatilidade da economia brasileira, temos um exemplo o mercado Forex. Hoje a negociação de moedas é uma modalidade de investimento em crescimento no mercado econômico brasileiro, apesar de não existir nenhuma restrição do governo brasileiro quanto a esse tipo de investimento as operações ocorrem em corretoras estrangeiras. Antonio Montiel que é head da área de gerenciamento de riscos da MSCI cita que aprendeu a investir de uma maneira responsável e profissional com Forex, alertando sempre que como é um mercado volátil, tende-se tomar cuidado.

Não parece, mas a economia brasileira está fortemente ligada ao mercado Forex. Como citado acima, mesmo as operações sendo realizadas em corretoras estrangeiras, há um grande número de brasileiros investindo no mercado. Marcello Vieira conta que há 10 anos investe e hoje é um investidor de sucesso, o mercado Forex caminha passo a passo com o sobe e desce da economia brasileira.

Sim, mesmo você investindo fora do Brasil, o mercado Forex está relacionado com a alternância das moedas. A economia brasileira sofre muito com quedas e altas, o dólar por exemplo, que está ligado diretamente com o mercado Forex tem variações diárias. Há 15 dias a economia brasileira tomou um rumo diferente, a Greve dos Caminhoneiros. Esse movimento contribuiu para gerar um ambiente de incerteza que afetou negativamente a economia. Tudo foi afetado. É possível enxergar os impactos de longo prazo que a paralisação pode ter na economia do Brasil, o Produto Interno Bruto (PIB) vai sentir mudanças com a escassez de produtos e a sua elevação no preço. O brasileiro que investe no mercado Forex sentiu isso.

No fim das contas, o Brasil vive um momento difícil, ano após ano luta pelo fim da crise. As previsões para esse ano de 2018 eram boas, o PIB crescendo, taxas de desemprego caindo, impostos sendo ajustados, inflação caindo, estávamos a beira de um “recomeço” na economia. O segundo trimestre chegou e com ele a greve dos caminhoneiros, um choque para a economia, as previsões já não são mais as mesmas e o que persiste é uma indefinição, o medo do que está por vir, universidades pararam, empresas pararam, tudo parou. O país que estava andando rumo a uma recuperação financeira se vê novamente em uma posição desfavorável, o Brasil parou.

Porém, o mercado Forex estava ali, operando e fazendo com que investidores, pequenos ou grandes, conseguissem traçar suas metas de investimento. Vale muito se aprofundar nesse tema e buscar sempre mais, conhecer o mercado, conhecer as melhores corretoras e depois colocar em prática os seus planos. Como já foi citado pelo head Antonio Montiel, esse ramo é de extrema importância operar de maneira profissional, sempre calculando o risco e o retorno de cada operação, a volatilidade é muito alta e você nunca sabe o que pode acontecer. Pensando em uma economia brasileira melhor, por que não sonhar com corretoras brasileiras num futuro? A economia brasileira só iria agradecer.

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *