5 dicas para economizar dinheiro em suas viagens

5 dicas para economizar dinheiro em suas viagens

Se você ainda está na fase de planejamento ou prestes a partir para viagem dos seus sonhos, saiba que está com sorte. Preparamos 5 dicas que podem fazer você economizar um bom dinheiro durante sua viagem.

1-Alugue um carro.

Se o destino da sua viagem é um local que vive exclusivamente do turismo, o aluguel de um carro pode ser uma excelente opção. A utilização de táxis em cidades turísticas costuma ter um alto custo e na maioria das vezes sai muito mais barato alugar um carro.  Dois parâmetros que você deve levar em consideração para tomar uma boa decisão são a quantidade de vezes que você pretende se locomover e as distâncias dos trajetos percorridos. Quanto maior o número de deslocamentos e menores as distâncias, maior a probabilidade de você estar fazendo um ótimo negócio optando pelo aluguel de um carro. Outro ponto importante é fazer a reserva do carro antecipadamente através da internet. Isto irá fazer com que você economize uma boa grana.

2-Procure levar um pouco de dinheiro em moeda local

Se você está viajando para outro país, o ideal é que leve um pouco da moeda local e de preferência trocado em pequenos valores. Caso seja difícil conseguir a moeda no Brasil, tente realizar a troca em uma casa de câmbio no próprio país de destino ou realize um saque no seu cartão. Neste segundo caso, é importante verificar antes as tarifas cobradas pelo seu banco,  pois em alguns bancos o alto valor das tarifas pode fazer com que esta não seja a melhor escolha . Na maioria dos países e nos principais destinos turísticos do mundo é possível utilizar dólar na hora de pagar as contas,  por isto é preciso ficar sempre muito atento a uma prática muito comum que é o arredondamento para cima dos valores (Por exemplo, um taxista cobrar 11 dólares por uma corrida que custou um pouco mais de 1o) e a devolução do troco em moeda local, utilizando uma conversão completamente desvantajosa para você. Caso utilize dólar, verifique sempre antes a possibilidade de receber o troco em dólar.

3-Pague com cartão de crédito.

Apesar dos 6,38% de IOF(Imposto sobre operações financeiras) cobrados sempre que se realiza uma operação financeira com moeda estrangeira no seu cartão de crédito (Valor cobrado também em cartões pre-pagos e cheques de viagem),  esta pode ser uma opção das mais interessantes, pois o valor do imposto normalmente acaba sendo menor que o “spread” (a diferença entre a cotação de mercado e preço de compra) cobrado pela casas de câmbio na venda de moedas estrangeiras no Brasil.  Além disto, cartões de crédito permitem que você realize o pagamento de valores “quebrados” de forma que não seja prejudicado com conversões injustas em moeda local na hora de receber seu troco.

Em alguns lugares, pagar com cartão de crédito tem uma vantagem a mais. Alguns países possuem política de incentivo ao turismo através do chamado TaxBack que devolve o valor de alguns impostos pagos por visitantes estrangeiros. Estes valores costumam ser creditados no seu cartão de crédito em um prazo de até 40 dias, fazendo com que você receba de volta os 6,38% do IOF.  Pesquise no Google se o país de destino de sua viagem possui algum tipo de incentivo TaxBack.

Caso opte por utilizar seu cartão de crédito, uma ótima dica é realizar o pagamento das compras em moeda local, muitos lugares oferecem o valor do produto em moeda local e em dólar, normalmente a conversão em dólar realizada pela loja também costuma ser desvantajosa.

4-Compre no Duty Free na volta de sua viagem

A cota máxima de compras no exterior com isenção de impostos é de 500 dólares, porém além deste valor, existe uma outra cota aqui no Brasil que permite gastar mais 500 dólares em lojas Duty Free sem pagamento de nenhum imposto. Vale ressaltar também que caso você realize a compra no terminal de embarque aqui no Brasil, o valor gasto passará a compor o seu salto de compras referentes a gastos no exterior, um motivo a mais para você realizar suas compras do Duty Free na volta de sua viagem. Outro detalhe importante é que as lojas Duty Free presentes nos terminais de desembarques no Brasil costumam oferecer preços mais vantajosos do que as lojas presentes nos terminais de embarque. Você pode verificar estas informações no próprio site da Receita Federal http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/viajantes/viajantechegbrasilsaber.htm

5-Pergunte o preço antes

Perguntar o preço antes de entrar em um restaurante ou pegar um táxi pode evitar que você gaste muito dinheiro de forma desnecessária. Apesar de simples esta dica fundamental e válida para qualquer viagem.

No mais, desejamos que você faça uma ótima viagem e aproveite bastante!