4 passos para você fazer um planejamento financeiro de viagem

4 passos para você fazer um planejamento financeiro de viagem

Se você já está imaginando para onde viajará em 2017, sabe que ter um bom planejamento financeiro de viagem faz toda a diferença. Afinal, assim você não extrapola nos gastos, equilibra as contas pessoais e não entra no vermelho.

Por esse motivo, reunimos 4 dicas para ajudar você a montar o seu planejamento e a realizar a sua viagem tão desejada. Confira!

1. Comece seu planejamento financeiro de viagem definindo o seu destino

Pode parecer bobo falar sobre isso, mas acredite: muita gente decide viajar sem ter um destino certo. E isso é algo que influencia diretamente todo o resto dos seus planos. Afinal, sem um rumo definido não há como pesquisar por cotações e casas de câmbio, pesquisar pelo preço em hotéis e passagens e planejar um roteiro.

Por isso, o primeiro passo é decidir para onde você viajará. Se a lista de opções de cidades ou países for muita extensa, procure simplificar se informando qual lugar tem o melhor custo-benefício para o seu bolso e a melhor disponibilidade de voos.

2. Escolha o melhor período para viajar

Com o destino escolhido, a próxima etapa é a definição do período da sua viagem. Aqui é importante se atentar a alguns detalhes, como a estação do ano, por exemplo.

Isso porque esse detalhe pode mudar toda a sua bagagem fazendo com que você acabe gastando mais para ter um vestuário adequado para o frio/neve ou calor. Se você pretende ir para fora do país, fique de olho nisso, pois enquanto nos países do hemisfério sul é verão, no hemisfério norte é inverno.

Alta e baixa temporadas também influenciarão a data do seu embarque, pois na primeira o valor das passagens, hospedagem e transporte costuma ficar mais — quando coincide com o período de férias escolares, por exemplo.

3. Elabore um orçamento e comece a poupar

Agora que você definiu seu destino e um período para viajar, é hora de preparar uma planilha de orçamento de viagem. Nela, você acrescentará todas as informações que abordamos há pouco e os respectivos valores.

Por exemplo, custos com trechos aéreos, locomoção, hospedagem, alimentação, pontos turísticos que você deseja visitar e vestuário — quando for o caso. Além disso, não se esqueça de anotar despesas extras como emissão de passaporte — caso você ainda não tenha —, visto e seguro de viagem.

Calcule a soma de todos esses valores e você chegará a uma média do quanto gastará. Com esse número em mãos é hora de planejar o quanto será necessário poupar mensalmente para chegar à essa quantia.

Para isso, é importante fazer um diagnóstico das suas finanças e ver se é possível economizar o quanto deseja todo mês. Se o resultado for positivo, basta seguir à risca o seu planejamento financeiro de viagem.

4. Descubra a melhor forma de levar dinheiro para o exterior

Por fim, é hora de decidir como você pretende levar o seu dinheiro durante a viagem, já que viajar com grandes quantias de dinheiro em mãos não é uma boa opção. Você pode perder, ser furtado ou até mesmo roubado.

O ideal é que você divida a quantia, tendo parte consigo para pequenas despesas do dia a dia e o resto em um cartão pré-pago. Assim, você está mais seguro caso ocorra algum incidente e não tenha mais posse dele, já que é possível bloqueá-lo, transferir o dinheiro para sua conta ou usar a segunda via do cartão.

Gostou das nossas dicas para preparar o seu planejamento financeiro de viagem? Então comece a colocar em prática já e aproveite o ano fazendo viagens inesquecíveis!

E se você gostou de ler sobre o assunto, compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais!