24 de janeiro de 2017

4 investimentos de baixo risco recomendados para iniciantes

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

investimentos-de-baixo-risco-recomendados-para-iniciantes

Quem deseja começar a investir no mercado financeiro costuma enfrentar várias dúvidas. Escolher o melhor tipo de investimento exige que você faça alguma análises, principalmente sobre suas intenções ao iniciar esse tipo de negócio. Para se familiarizar com o mercado financeiro, é recomendado que os iniciantes procurem pelos investimentos de baixo risco.

Se você está querendo começar a investir, fique ligado neste post. Vamos te apresentar 4 investimentos de baixo risco recomendados para iniciantes.

1. CDB – Certificado de Depósito Bancário

Nesse tipo de investimento é como se você emprestasse dinheiro à uma instituição financeira. Esse dinheiro é fundamental para manter as atividades dessas instituições, por isso é comum que ele seja oferecido por elas. Essa aplicação é muito segura, pois conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito, cobrindo até 250 mil reais caso a financeira quebre.

As taxas de juros do CDB, que é o rendimento que o investidor terá ao final da aplicação, são estabelecidas na abertura do contrato e podem ser pré ou pós-fixadas. Esse é um investimento que oferece ótimos retornos para os investidores iniciantes.

2. LCA e LCI – Letras de Crédito

As Letras de Crédito Agrícola (LCA) e Imobiliária (LCI) são recomendadas para aquelas pessoas que desejam manter o dinheiro investido por um prazo maior. Em contrapartida, esse investimento conta com excelentes retornos e baixo risco. Para aumentar a segurança, o Fundo Garantidor de Crédito também cobre LCA e LCI.

Existem poucas diferenças entre investir em LCA e LCI, cabendo ao investidor optar principalmente entre juros pré ou pós-fixados. Na hora de declarar o Imposto de Renda não é preciso se preocupar, pois não há incidência sobre esse tipo de investimento.

3. Tesouro Direto – Investimento em títulos públicos

Assim como as instituições financeiras privadas, o governo também recorre a um tipo de investimento para subsidiar suas atividades: o Tesouro Direto. Ao investir em um título público, você empresta dinheiro ao governo para recebê-lo corrigido no futuro.

O investimento no Tesouro Direto existe desde 2002 e cada vez mais pessoas vêm se interessando por ele. É possível comprar títulos a partir de 30 reais, o que ajuda na sua popularização.

É possível escolher entre diferentes títulos de diferentes rentabilidades e prazos, adaptando o investimento à diferentes necessidades e com excelentes ganhos. Além disso, seus papéis no Tesouro Direto podem ser gerenciados pela internet.

4. Previdência Privada

Para quem está pensando em economizar para ter uma aposentadoria tranquila, a previdência privada pode ser uma boa opção. Investir parte dos rendimentos atuais para usufruir no futuro será importante para complementar o benefício pago pelo INSS – com o qual você deverá continuar a contribuir.

Os riscos desse investimento são baixos, ainda mais se você contratá-lo junto à uma instituição financeira sólida. Contudo, é importante verificar as taxas praticadas para ter a garantia de estar fazendo um bom investimento. Fique atento as taxas de administração, muitas vezes ela pode fazer mais diferença do que a própria rentabilidade do investimento.

Todos esses investimentos são excelente opções para quem busca uma rentabilidade maior do que a oferecida pela caderneta de poupança, que vem perdendo investidores a cada dia. Se você gostou das nossas dicas de investimento de baixo risco para iniciantes, assine a nossa newsletter e não perca nenhuma de nossas postagens!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *