26 de junho de 2019

4 erros financeiros que você pode estar cometendo sem saber

Ajude o Finanças Forever a crescer ainda mais. Curta e compartilhe nossa página!

Por mais que você se esforce para cuidar bem das suas finanças, há erros financeiros que você pode estar cometendo sem saber. Conheça os erros mais cometidos pelas pessoas físicas ou jurídicas e aprenda como não cair nessa armadilha novamente!

10 coisas com as quais você deveria parar de gastar

1. Gastar mais do que pode

Quando o assunto é cuidar do seu dinheiro com sabedoria há uma regra de ouro: nunca gaste mais do que ganha. No entanto, esse é um erro muito comum e, em grande parte das vezes, cometido por puro desconhecimento de qual é a renda real e quais são os gastos. Para não cometer esse equívoco, o primeiro passo é identificar quais são suas receitas e despesas.

Para isso, é importante anotar tudo o que entra e, principalmente, o que sai das suas contas. Mesmo os pequenos gastos não devem ser ignorados para manter as finanças sob controle. Com essa informação em mãos, se identificar que suas despesas superam as receitas é hora de agir: veja onde é possível cortar gastos e, ainda, se é possível aumentar sua renda.

2. Pagar contas com atraso

Muitas as pessoas têm o costume de empurrar o pagamento de contas por dias e até meses, seja por falta de dinheiro ou, até mesmo, por esquecimento. Mesmo que você tenha a quantia necessária para pagar todas as suas contas, ao quitar os débitos depois da data de vencimento você paga juros de mora.

As multas não só aumentam suas despesas, como podem acabar com a chance de economizar para o mês seguinte. Para não cometer esse erro, não perca a data de vencimento de nenhuma conta. Uma dica é centralizar os pagamentos em um único dia. Assim, você não corre o risco de esquecer ou, até mesmo, de gastar o dinheiro.

3. Pedir dinheiro emprestado sem precisar

Esse é um dos erros financeiros mais comuns, cometido tanto por pessoas físicas quanto jurídicas: recorrer a empréstimos para comprar um bem ou expandir, mesmo sem ter necessidade de pedir dinheiro emprestado. É importante saber quais são as linhas de crédito à disposição, no entanto, usar crédito sem necessidade é um equívoco. Dependendo dos juros cobrados, pode até mesmo ficar difícil pagar o que pegou emprestado e ficar com dívidas. Usar os próprios recursos para crescer ou economizar o dinheiro para comprar um bem à vista são sempre as melhores escolhas.

4. Não ter uma reserva de emergência

Imprevistos financeiros acontecem. É um carro que quebra aqui, uma despesa inesperada ali. Para lidar com esses gastos que não foram previstos sem ter que recorrer a empréstimos (e seus juros altíssimos), é importante criar uma reserva de emergência. Economize um valor equivalente a, pelo menos, três meses de despesas ou de salário líquido.

Ninguém está livre de cometer erros financeiros. No entanto, saber quais são os equívocos mais comuns em relação às finanças e, principalmente, como evitá-los, é essencial para ter uma relação saudável com o dinheiro.

Aproveite também para ler sobre 5 sacrifícios necessários para quem deseja ficar rico.

Ainda tem alguma dúvida sobre os erros financeiros mais comuns? Deixe nos comentários!

Gostou disto? Curta nossa página e compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *