4 dicas para não sofrer com a falta de dinheiro

4 dicas para não sofrer com a falta de dinheiro

Seus recursos acabam antes do fim do mês? Saiba que você não está sozinho — mais de 70% dos brasileiros vivem nessa situação de falta de dinheiro, segundo uma pesquisa do serviço de proteção ao crédito Serasa. O que nem todos sabem é como sair dela. E, sim, é possível, com a construção de novos hábitos, como o planejamento e controle de gastos.

A falta de dinheiro afeta negativamente o estado físico e emocional das pessoas. Falta de ânimo e produtividade no trabalho, insônia, problemas nos relacionamentos afetivos e estresse são alguns dos sintomas causados por ela. Por isso, viver conforme suas posses e sem se preocupar com as contas que vão chegar não é só mais produtivo, mas também muito mais saudável.

Quer saber como domar as dívidas e conviver com a falta de dinheiro? Veja essas 4 dicas!

Avalie suas contas

O primeiro passo para qualquer mudança de hábito em relação às finanças é desenvolver um planejamento financeiro. É a partir dele que as estratégias podem ser traçadas. Só com um plano simples e eficiente é possível estar ciente do que acontece com as suas contas.

É fundamental conseguir saber para onde seu dinheiro está indo com o intuito de enxergar onde é possível economizar. Para isso, note que é importante separar as contas fixas das variáveis, categorizando-as conforme sua natureza (saúde, alimentação, educação etc).

Para facilitar essa tarefa, existem soluções no mercado, como o Meu Dinheiro Web, simples e rápido de usar. Com o Meu Dinheiro é possível importar lançamentos dos seus extratos bancários e também através do seu celular, oque facilita bastante esta tarefa.

Crie metas para atingir

Depois de avaliar seu orçamento, estabeleça quanto você terá disponível para gastar em cada categoria, de forma que as contas se encaixem com o que você ganha mensalmente. Só dessa forma é possível fugir da falta de dinheiro no fim do mês, mesmo ganhando pouco. Seja realista nessas metas, refletindo sobre todos os aspectos da sua vida.

Reveja a importância do dinheiro na sua vida, estabelecendo quais são as suas prioridades. Será que o consumo imediato é realmente tão importante assim ou são seus sonhos a longo prazo? É preciso promover uma mudança na forma de gastar.

Controle os seus gastos

Disciplina é a palavra-chave para driblar a falta de dinheiro. Mantenha em mente o seu objetivo, que é gastar menos do que você ganha, para conseguir acumular dinheiro. Perceba que, muitas vezes, as compras por impulso prejudicam o pagamento de contas importantes. Siga exatamente o que você planejou e não permita que isso aconteça com o seu orçamento.

Crédito não é dinheiro

A tentação de usar o crédito disponível no cheque especial e no cartão é grande, mas esses valores não devem ser encarados como parte do seu saldo. As taxas de juros, cada vez mais altas, multiplicam as dívidas e corroem sua saúde financeira. Para evitar problemas, pague sempre 100% das faturas dos cartões em dia. Só faça a compra com cartão de crédito com a certeza de que terá dinheiro para efetuar o pagamento.

Com essas dicas em prática você não precisará sofrer com a falta de dinheiro até o fim do mês.

Grande abraço e sucesso!